Topo

Eleitores de Bolsonaro querem que governo combata desmatamento, diz pesquisa Ibope

Presidente da República, Jair Bolsonaro durante reunião da Comissão de Ética Pública - Isac Nóbrega/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante reunião da Comissão de Ética Pública Imagem: Isac Nóbrega/PR

21/08/2019 12h19

Levantamento aponta que 96% dos mil entrevistados defendem mais medidas de fiscalização contra desmate ilegal, em meio a um aumento nos focos de queimadas pelo país.

A ampla maioria da população brasileira, incluindo eleitores de Jair Bolsonaro no segundo turno das eleições presidenciais de 2018, defende um aumento do combate ao desmatamento ilegal da Floresta Amazônica, segundo uma pesquisa recém-divulgada pelo Ibope, em parceria com a plataforma de campanhas Avaaz.

Perguntados sobre se "o presidente Jair Bolsonaro e o Governo Federal devem aumentar as medidas de fiscalização para impedir o desmatamento ilegal na Amazônia", 96% dos entrevistados responderam que concordam total ou parcialmente.

A mesma porcentagem se repetiu entre pessoas que declararam ter votado em Bolsonaro no ano passado.

A pesquisa Percepções Sobre a Amazônia, que ouviu mil pessoas pelo país por telefone, foi realizada entre 14 e 16 de agosto, e sua margem de erro é de 3 pontos percentuais.

A preservação da Amazônia tornou-se foco de debate nacional, em meio a um recorde de queimadas - segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), dados de satélite mostram que houve um aumento de 84% nos focos de incêndio na região em relação ao mesmo período de 2018.

A fumaça, apontam os cientistas, contribuiu para escurecer o céu de cidades como São Paulo, a 2,7 mil km de distância.

'Orgulho nacional'

De volta à pesquisa, 88% dos eleitores em geral afirmaram ao Ibope que concordam totalmente ou em parte que "a Amazônia é motivo de orgulho nacional", porcentagem levemente maior (90%) entre eleitores de Bolsonaro.

A ampla maioria (93%) também concorda, total ou parcialmente, que o desmatamento ilegal na Amazônia é preocupante.

Quanto ao Congresso, 89% dos entrevistados (88%, entre eleitores de Bolsonaro) defendem ainda que "o Congresso Nacional deveria assumir mais responsabilidade para que o Brasil atinja desmatamento zero".

"Apesar da presunção geral de que o assunto gera divergência entre conservadores e progressistas, nossas pesquisas revelam que tanto parlamentares quanto eleitores de espectros políticos opostos concordam em uma coisa: a Amazônia é motivo de orgulho nacional e preservá-la é fundamental para nossa identidade e a saúde do meio ambiente do Brasil e do mundo", afirmou em comunicado Diego Casaes, coordenador de campanhas sênior da Avaaz.

A Avaaz também realizou, junto ao Instituto Demodata, levantamento entre congressistas de todos os partidos e identificou que 80% dos 80 deputados da Frente Parlamentar Agropecuária entrevistados "acreditam que o desmatamento da Amazônia está prejudicando os negócios e a imagem do Brasil".

Mais Meio Ambiente