Topo

"Lamento o golpe de Estado orquestrado na Bolívia", diz Maradona no Instagram

"Uma boa pessoa que sempre trabalhou pelos mais humildes", escreveu o ex-jogador sobre Evo Morales - Divulgação/Gimnasia La Plata
"Uma boa pessoa que sempre trabalhou pelos mais humildes", escreveu o ex-jogador sobre Evo Morales Imagem: Divulgação/Gimnasia La Plata

11/11/2019 18h12

Buenos Aires, 11 nov (EFE) - O ídolo do futebol argentino Diego Maradona lamentou nesta segunda-feira a renúncia do presidente boliviano Evo Morales, pedida neste domingo após manifestações nas ruas do país e forte pressão das forças armadas e de policiais.

"Lamento o golpe de Estado orquestrado na Bolívia. Acima de tudo pelo povo boliviano e por Evo Morales, uma boa pessoa que sempre trabalhou pelos mais humildes", escreveu Maradona junto com uma foto ao lado do agora ex-chefe de governo boliviano e a hashtag em que diz: "Evo, o mundo está contigo".

O campeão mundial pela seleção da Argentina em 1986 e atual treinador do Gimnasia La Plata publicou uma imagem antiga dele posando, sorrindo, ao lado de Morales.

O político deixou a Presidência da Bolívia, segundo ele mesmo, para cessar os protestos violentos depois das eleições de 20 de outubro, um pleito que, na visão da Organização dos Estados Americanos (OEA), teve irregularidades "muito sérias".

Internacional