PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Irã diz que enriquecimento de urânio a 60% visa mostrar destreza e é reversível

Imagem de arquivo da bandeira do Irã; País disse que medida é rapidamente reversível se os EUA suspenderem as sanções - Heinz-Peter Bader/Reuters
Imagem de arquivo da bandeira do Irã; País disse que medida é rapidamente reversível se os EUA suspenderem as sanções Imagem: Heinz-Peter Bader/Reuters

Em Dubai

20/04/2021 09h32

O Irã começou a enriquecer urânio a uma pureza de 60% para mostrar sua capacidade técnica depois de uma sabotagem em uma usina nuclear e disse que a medida é rapidamente reversível se os Estados Unidos suspenderem as sanções que impôs ao país, disse o governo iraniano hoje.

Conversas em Viena que objetivam induzir EUA e Irã a voltarem a obedecer o acordo nuclear de 2015 se tornaram ainda mais complicadas após uma explosão na principal instalação de enriquecimento de urânio iraniana em Natanz.

O Irã reagiu dizendo que está enriquecendo urânio a 60% de pureza físsil, um grande passo rumo ao nível de fabricação de armas na comparação com os 20% que alcançou previamente. O pacto de 2015 entre o Irã e potências mundiais havia limitado o nível de pureza de enriquecimento em 3,67% - adequado para gerar energia nuclear para uso civil. Teerã nega buscar uma arma nuclear.

"O início do enriquecimento a 60% em Natanz foi uma demonstração de nossa capacidade técnica para reagir a sabotagens terroristas nestas instalações", disse o porta-voz do governo iraniano, Ali Rabiei, aos repórteres em Teerã.

"Como em medidas anteriores (na limitação do compromisso do Irã com o acordo nuclear de 2015)... esta medida pode ser revertida rapidamente ao nível de enriquecimento combinado no acordo nuclear se outras partes se comprometerem com suas obrigações", acrescentou Rabiei em comentários transmitidos ao vivo em um site estatal.

Internacional