PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Governo britânico definirá plano de inverno para covid-19

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante discurso - David Rose/AFP
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante discurso Imagem: David Rose/AFP

Elizabeth Piper

12/09/2021 12h46

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, definirá na terça-feira seus planos para controlar a pandemia de covid-19 nos meses de inverno, anunciando a decisão de descartar a introdução de passaportes de vacinas e medidas para encerrar alguns poderes de emergência.

Johnson, sob fogo de alguns em seu Partido Conservador por aumentar os impostos para consertar uma crise de saúde e assistência social, parece determinado a tentar acalmar esses críticos, abandonando os planos de introdução de passaportes, apesar de um número crescente de casos de coronavírus.

Em declarações a emissoras, o ministro da Saúde, Sajid Javid, disse não antecipar mais lockdowns e que os passaportes para vacinas não seriam introduzidos na Inglaterra, já que o governo depende de vacinas e testes para defender o público.

"Agora que estamos entrando no outono e no inverno... o primeiro-ministro esta semana apresentará nossos planos para administrar a covid nos próximos meses e, com isso, deixaremos claro que nosso programa de vacinas está funcionando", disse à Sky News.

Javid disse à BBC que não estava "antecipando mais lockdowns", mas não tiraria a medida da mesa, que o governo não iria avançar com passaportes de vacinas para permitir que as pessoas participassem de eventos em massa e que queria "se livrar" de testes PCR para viajantes o mais rápido possível.

Ele acrescentou que o governo permanecerá "cauteloso", mas "o programa de vacinas, nosso programa de testes, nosso programa de vigilância, os novos tratamentos... tudo isso é nossa parede de defesa e, embora haja muitos vírus por aí, está funcionando".

Internacional