Conteúdo publicado há 2 meses

Desmatamento no cerrado sobe 3% em 12 meses e atinge maior área desde 2015

A taxa de desmatamento no cerrado cresceu 3% e chegou a 11.022 km² entre agosto de 2022 e julho de 2023, o maior valor para o período desde 2015, de acordo com dados do sistema de satélite Prodes divulgados nesta terça-feira pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima.

Segundo os dados, a maior parte do desmatamento na região se concentra em áreas privadas, para abertura de terras para agricultura. No cerrado, a exigência de reserva legal é de apenas 20% dos terrenos, ao contrário da Amazônia, em que chega a 80%.

O governo também apresentou nesta terça-feira um plano de combate ao desmatamento no bioma que inclui incentivos a atividades produtivas e controle do desmatamento ilegal, ordenamento fundiário, entre outras ações.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes