Animais desmaiam e água fica escassa em onda de calor escaldante na Índia

Animais desmaiaram e pessoas pularam em caminhões-tanque com baldes em meio à escassez de água e funcionários públicos trocaram o horário de trabalho em meio a uma onda de calor escaldante do verão que tem atingido o norte da Índia há dias.

Embora as leituras de quinta-feira tenham sido um pouco mais baixas em Déli do que no dia anterior, onde uma área registrou a maior temperatura de todos os tempos, 52,9ºC, os termômetros da região ainda se mantêm bem acima dos 40ºC, chegando a 47ºC.

Déli, que tem uma população de 20 milhões de habitantes, registrou sua primeira morte relacionada ao calor na quarta-feira: um trabalhador de 40 anos que morreu de insolação, segundo a mídia local. Autoridades do país disseram que estão investigando se a leitura de 52,9ºC no bairro de Mungeshpur na quarta-feira foi causada por um erro no sensor da estação meteorológica local.

Imagens de televisão mostraram pessoas correndo atrás de caminhões-tanque ou subindo neles em partes da cidade para encher recipientes com água em meio a uma grave escassez que o governo atribui aos baixos níveis do rio Yamuna — a principal fonte de água da cidade.

Ao longo das margens do rio, mulheres enfrentaram condições sufocantes em seus barracos, pois seus fogões agravaram o clima sufocante.

"O calor está pior este ano. Trabalhamos assim todos os dias, então adquirimos o hábito", disse Seema, 19 anos, que cozinha para sua família duas vezes por dia.

No estado vizinho de Uttar Pradesh, um policial usou a reanimação cardiopulmonar para reanimar um macaco que, segundo ele, havia desmaiado e caído de uma árvore por causa do calor, bombeando seu peito por 45 minutos, informou a mídia local, e Déli também registrou casos de insolação entre pássaros.

Como mais pessoas optaram por pedir comida e mantimentos por entrega em domicílio em vez de se aventurarem no calor, os entregadores têm passado mais tempo em suas scooters e motocicletas, disseram seus empregadores.

"A frequência de pedidos tem sido maior durante a tarde, quando as pessoas estão evitando sair de casa", disse Ateef Shaikh, gerente de frota de entrega do aplicativo Swiggy, em Mumbai.

Continua após a publicidade

A Zomato e sua empresa de entrega de alimentos, Blinkit, tomaram medidas adicionais para ajudar os entregadores, incluindo o fornecimento de bebidas e roupas confortáveis, disseram seus porta-vozes.

A Blinkit está instalando refrigeradores de ar nas áreas de espera de todas as suas lojas, acrescentou o porta-voz.

As temperaturas extremas também provocaram mais incêndios em várias partes do país, inclusive no estado de Jammu e Caxemira, no norte, onde as autoridades estão usando drones para monitorar incêndios florestais.

O país não é o único a experimentar temperaturas excepcionalmente altas. Bilhões de pessoas em toda a Ásia estão enfrentando calor extremo e, no vizinho Paquistão, a temperatura ultrapassou os 52ºC nesta semana.

A Índia, o terceiro maior emissor de gases de efeito estufa do mundo, há muito tempo defende que, como nação em desenvolvimento, não deve ser forçada a reduzir suas emissões de gases estufa, mas estabeleceu uma meta de se tornar um emissor líquido zero até 2070.

Deixe seu comentário

Só para assinantes