Topo

CarnaUOL

Blocos de rua


A 50 dias do Carnaval, Rio já ferve com folia de rua 'nada oficial'

Marina Lang

Colaboração para o UOL, no Rio

2019-01-12T21:28:24

12/01/2019 21h28

O Carnaval 2019 começa oficialmente em cerca de 50 dias, mas o Rio de Janeiro já ferve na folia. Cidade de tradição carnavalesca, a capital fluminense já caiu na farra neste sábado (12), na Abertura Nada Oficial do Carnaval de Rua com a participação do cortejo do bloco Orquestra Voadora na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul do Rio. 

O bloco, que já é clássico no Carnaval carioca pela composições fundamentalmente baseadas em instrumentos de sopro, trouxe repertórios ecléticos que variavam entre soul music, black music, samba e hits da música brasileira - pura diversão para os foliões que acompanham a banda. 

A big band carnavalesca Que Bloco é Esse? fechou a festa já no começo da noite, abrindo sua apresentação com "Já sei Namorar", dos Tribalistas. 

Em clima descontraído, as pessoas chegaram aos poucos durante a tarde no local do evento, cuja infraestrutura tinha uma praça de food trucks com hambúrgueres e cervejas artesanais, além de um parque de brinquedos para crianças.

Esperando as vendas de fantasias esquentarem, a comerciante veterana de carnavais Elizabeth Nolasco aposta que a tendência do Carnaval 2019 vai ser o brilho, muito brilho. 

"Brilho é o que está saindo mais nesse pré-carnaval. Se observar, muita gente está com glitter, paetê, arco de cabelo com purpurina. O pessoal chega aqui desanimado, aí acaba vendo uma barraquinha dessa e acaba entrando no ritmo", garante ela. "Acho que o brilho vai ser tudo esse ano. Prata, dourado, paetê... As meninas e os meninos estão escolhendo", ri. 

Não foi preciso andar muito para confirmar a tendência. A poucos metros e com muito brilho, o trio de amigos Maria Eduarda Norões, 24, Thiago Reitor, 24, e Beatriz Lima de Carvalho, 24, eram puro contraste visual no dia ensolarado do Rio. 

No bolso de uma delas, um potinho de glitter. "Porque, se acabar, passa mais", divertem-se.

"Quando o brilho não é tendência?", questionou o estudante. Vestido espalhafatosamente de unicórnio, ele garantiu que a fantasia reluzente foi "totalmente improvisada".

"Pode não estar nem fantasiada, mas o brilho está sempre presente", emendou Eduarda, cheia de pedras brilhantes no rosto. 

O plano, de acordo com elas, é glitter no corpo todo durante o carnaval. "Tem aqueles sprays que você passa, literalmente é um banho de purpurina", diverte-se Beatriz. 

À reportagem, o trio reclamou que ainda não encontraram o hit do Carnaval 2019. "[A drag queen] Glória Groove acabou de lançar uma. Talvez seja essa", aponta Thiago.

Fãs de Orquestra Voadora e fantasiados de "Alice no País nas Maravilhas" e de coelho branco, a designer Daniela Rocha, 45, e o professor Rafael Moraes, 40, são frequentadores assíduos do bloco nos últimos três anos. 

Eles preferem o pré-carnaval porque, segundo eles, durante a data oficial, o bloco - que, geralmente, se apresenta no Aterro do Flamengo, também na zona sul do Rio - fica praticamente intransitável de tão cheio e grandioso.

"Para nós, que somos cariocas, existe a oportunidade de curtir o pré-carnaval - já que o Carnaval está ficando meio cheio", diverte-se ele. 

A dupla gosta tanto de Carnaval que se casou no bloco Fogo e Paixão há três anos, segundo contou Daniela ao UOL

"A gente é muito fã do carnaval de rua dos blocos. O que a gente curte mesmo é o carnaval autêntico - essa coisa espontânea do carioca de criar blocos e sair na rua", disse Moraes.

Ele não poupou elogios ao Parque das Figueiras, local do bloco. "O espaço é ótimo, é arborizado e tranquilo", afirmou. 

A folia se desenrolou durante a tarde. Como é de praxe, a Orquestra Voadora desceu do palco e tocou em meio à multidão - havia cerca de 2.000 pessoas acompanhando o pré-carnaval do bloco.

Mais Blocos de rua