PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Alves


Chico Alves

Olavo de Carvalho é excluído do Pay Pal e atribui punição a "comunistas"

Olavo de Carvalho histriônico - Reprodução/Youtube
Olavo de Carvalho histriônico Imagem: Reprodução/Youtube
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

06/08/2020 11h38

Os cursos ministrados pelo astrólogo Olavo de Carvalho não poderão mais ser pagos através de Pay Pal, plataforma que permite a transferência de dinheiro online. A informação foi dada pelo próprio Olavo, principal ideólogo de grupos bolsonaristas. No Facebook, ele atribuiu a decisão da empresa a "comunistas".

"Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do Paypal", escreveu o astrólogo.

Na verdade, a decisão da empresa foi tomada após pressão do Sleeping Giants Brasil, conta de Twitter que alerta patrocinadores, apoiadores e parceiros de produtores de conteúdos de ódio na internet para os prejuízos causados por sites desse tipo.

Respondendo aos seguidores nas redes sociais, Olavo informou que tem outras formas de intermediação de pagamentos online.

Procurada pela coluna, a empresa Pay Pal informou, sem citar especificamente Olavo de Carvalho, que tem "o compromisso de revisar diligentemente qualquer usuário do Pay Pal" para garantir que os serviços sejam utilizados de acordo com a "política de uso aceitável". E prossegue, no texto: "O Pay Pal avalia cada situação de forma independente e com base em nossos próprios processos de revisão e análise interna. Embora não possamos fornecer detalhes sobre contas de clientes de acordo com a política da empresa".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Chico Alves