PUBLICIDADE
Topo

Josias de Souza

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Bolsonaro se exibe na Fox News como presidente sem comprovação científica

só para assinantes
Josias de Souza

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na "Folha de S.Paulo" (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro "A História Real" (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de "Os Papéis Secretos do Exército".

Colunista do UOL

01/07/2022 15h43

Quando a oportunidade bate na porta de Bolsonaro, ele reclama do barulho. Não perde oportunidade de perder oportunidades. Aquela "gripezinha" que já esteve no "finalzinho" quando o lero-lero sobre uma nova onda não passava de "conversinha" já matou mais de 670 mil brasileiros. Mas Bolsonaro não aprendeu nada com os cadáveres. Em entrevista à TV americana Fox News, recitou para a audiência dos Estados Unidos todas as obsessões que o centrão tenta apagar da memória dos brasileiros nos vídeos promocionais da campanha eleitoral.

Bolsonaro defendeu o kit cloroquina do tratamento precoce, questionou a eficácia das vacinas, vangloriou-se de não ter tomado o imunizante... Além de se exibir como um presidente sem comprovação científica, menosprezou o desmatamento da Amazônia, negou a existência de racismo no Brasil e fixou uma prioridade para o eventual segundo mandato: "Nas eleições, se tudo realmente for bem, nós teremos um apoio substancial no Congresso. E poderemos passar leis sobre armas de fogo nas mesmas linhas que os Estados Unidos."

Recomenda-se ao eleitor brasileiro que estiver interessado em conhecer as segundas intenções de Bolsonaro que esqueça a propaganda do PL, o partido do presidente. Concentre-se na entrevista à Fox News. Ali está o Bolsonaro genuíno, o presidente escocês, o capitão legítimo, o candidato sem falsificações.