PUBLICIDADE
Topo

EUA podem voltar a fechar economia e decretar quarentena

3.mar.2020 - O governador da Califórnia Gavin Newsom - Gabriela Bhaskar/Reuters
3.mar.2020 - O governador da Califórnia Gavin Newsom Imagem: Gabriela Bhaskar/Reuters
Kennedy Alencar

O jornalista Kennedy Alencar é correspondente e comentarista da rádio CBN em Washington. Começou sua carreira em 1990 na “Folha de S.Paulo”, onde foi redator, repórter, editor da coluna “Painel” e enviado especial às guerras do Kosovo e Afeganistão. É autor do livro “Kosovo, a Guerra dos Covardes” (editora DBA). Na RedeTV!, apresentou durante cinco anos o programa de entrevistas “É Notícia” e mediou os debates presidenciais de 2010 e municipais de 2012. Estreou como comentarista da rádio CBN em 2011. Criou o "Blog do Kennedy" em 2013. Trabalhou no SBT entre 2014 e 2017. É produtor-executivo e roteirista do documentário “What Happened to Brazil”, realizado para a BBC World News. Com uma versão em português intitulada “Brasil em Transe”, o documentário retrata a crise que começa nas manifestações de junho de 2013, passa pelo impacto da Lava Jato e do impeachment de Dilma na política e na economia e resulta na eleição de Bolsonaro.

Colunista do UOL

13/07/2020 17h33

Com o crescimento da pandemia de coronavírus nos EUA, aumentam as chances de nova quarentena e de economias estaduais serem fechadas mais uma vez.

A Califórnia, na prática, está interrompendo as atividades que havia reaberto para bares, restaurantes, cinemas e vinhedos. O governador Gavin Newson pisou no freio nesta segunda-feira.

Dos 50 estados americanos, 35 contabilizam crescimento de casos de covid-19. A Flórida perdeu o controle da pandemia. Arizona e Texas estão perto do colapso hospitalar. A taxa de mortalidade começa a crescer em algumas regiões do país. Governadores estão resistindo à pressão da Casa Branca para que crianças voltem às aulas até o outono.

Estados que conseguiram controlar a pandemia, como Nova York e Maine, estão preocupados com a entrada de turistas domésticos e tomaram medidas restritivas para visitantes.

O negacionismo irresponsável do presidente Donald Trump está agravando a tragédia. Anthony Fauci, o principal infectologista do país, disse que os EUA não estão nem perto de controlar o coronavírus. No meio da crise, Trump resolveu atirar no mensageiro para tentar se reeleger. Do jeito que a coisa vai, parece que não tem risco de dar certo.