Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Jair Bolsonaro não foi eleito Personalidade do Ano pela revista "Time"

Arte UOL sobre reprodução
Imagem falsa da capa da revista Time com Jair Bolsonaro circula pela internet Imagem: Arte UOL sobre reprodução

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

14/12/2018 04h01

Uma imagem que circula pelas redes sociais mostra o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, como tendo sido escolhido pela revista "Time" a personalidade do ano em 2018.

Anualmente, a publicação americana divulga sua lista de pessoas que são destaque. Por diferentes motivos, a revista explica por que considera esta pessoa ou entidade o grande nome do período. Atualmente, entre os critérios, está a votação online, encerrada no começo de dezembro.

Usuários do Facebook e do WhatsApp compartilham uma imagem da suposta capa da revista americana com o rosto de Bolsonaro. "Enquanto a imprensa daqui fala mal, nosso presidente é reconhecido internacionalmente", comentou um dos usuários ao compartilhar a foto.

FALSO: Bolsonaro não foi capa da "Time"

A imagem é uma montagem. Bolsonaro não foi escolhido para a capa da revista americana como Personalidade do Ano.

Na verdade, a "Time" decidiu homenagear os jornalistas "perseguidos, exilados, condenados, desaparecidos, mortos e hostilizados devido à profissão" como destaques de 2018. 

Neste ano, a publicação optou por quatro diferentes capas, todas de profissionais da área de comunicação. Jamal Khashoggi, morto em outubro deste ano; Maria Ressa, alvo nas Filipinas por reportar a política de guerra às drogas do presidente Rodrigo Duterte; Wa Lone e Kyaw Soe Oo, repórteres da Reuters presos em Myanmar por expor o genocídio da minoria muçulmana Rohingya; e a equipe do jornal "Capital Gazette", de Annapolis (EUA), alvo de um tiroteio em junho, compuseram as versões.

A matéria principal da revista expõe histórias de jornalistas. Entre elas está Patrícia Campos Mello, a jornalista do jornal "Folha de S.Paulo" . Embora não esteja na capa, a brasileira foi citada pelas ameaças que recebeu em suas redes sociais após assinar a matéria em que denuncia empresários que bancaram uma campanha contra o PT (Partido dos Trabalhadores) no WhatsApp durante a eleição deste ano. 

No ano passado, a revista também elegeu um grupo como Personalidade do Ano. Em 2017, o destaque foi o movimento #MeToo. A matéria mostrou  vítimas de assédios e/ou abusos sexuais que denunciaram as agressões por meio das redes sociais. 

Bolsonaro entrou na votação

Anualmente, a "Time" inclui uma votação online para Personalidade do Ano e, em 2018, o presidente eleito foi um dos selecionados, ao lado de outros chefes de Estado, como o presidente americano Donald Trump, e celebridades, como o rapper Kanye West.

No entanto a votação é apenas um dos componentes: a decisão final é tomada pelos editores da revista.

Bolsonaro não seria o primeiro brasileiro na capa

Mas, caso fosse verdade a escolha por Bolsonaro, não seria novidade um brasileiro na capa da revista americana. Nove personalidades do Brasil já estamparam a capa da revista, mas nunca como personalidade do ano. O último deles foi Neymar, em 2013.

Na verdade, na primeira metade do século passado, era comum ver autoridades nacionais em destaque na revista. Foram oito: o cientista Afrânio do Amaral (1929), o ex-governador de São Paulo Júlio Prestes, o diplomata Osvaldo Aranha (1942) e os ex-presidentes Getúlio Vargas (1940), Café Filho (1954), Juscelino Kubitschek (1956), Jânio Quadros (1961) e Artur da Costa e Silva (1967).

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais UOL Confere