Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Projeto de poços artesianos no Nordeste não é de Bolsonaro, mas de Temer

Imagem postada no Facebook sobre suposta obra de Bolsonaro - Reprodução
Imagem postada no Facebook sobre suposta obra de Bolsonaro Imagem: Reprodução

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Corrente comemora suposto projeto de Bolsonaro
  • Mas perfuração de poços no Nordeste é projeto de Temer
  • Etapa final aconteceu em maio de 2019

Uma corrente que circula pelas redes sociais comemora um suposto projeto do governo Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com o texto, por iniciativa do presidente, o Exército iniciou uma operação de perfuração de poços artesianos para combater a seca no Nordeste.

"O Nordeste está virando um mar, mais de 200 poços artesianos já foram abertos pelo Exército! Publiquem, pois a mídia não o faz!", diz a legenda anexada à imagem de caminhões do Exército.

"Esse é mais um dos motivos de tanto ódio e boicote dos governadores petistas do Nordeste, #Bolsonaro está acabando com os carros pipas, que era justamente o que dava votos, tratando o povo como gado, deixando-os reféns desses bandidos inescrupulosos, que nunca pensaram neles", completa a legenda.

A corrente é compartilhada em especial entre grupos de apoiadores do presidente Bolsonaro.

FALSO: Não houve perfuração neste ano; projeto começou com Temer

É verdade que o Exército realizou neste ano a Operação Semiárido, que visa encontrar e perfurar poços artesianos para a remoção de água em áreas secas do Nordeste. A corrente erra, no entanto, a atribuir a iniciativa a Bolsonaro.

A Operação Semiárido não foi iniciada neste ano: surgiu em 2016, sob a gestão de Michel Temer, e teve sua etapa final em maio de 2019.

Neste ano, o Exército instalou e finalizou 95 poços artesianos que já haviam sido perfurados anteriormente. As informações foram confirmadas ao UOL pela própria corporação, por meio de nota.

De acordo com o Exército, em cerca de três anos de operação, foram perfurados 593 poços no Nordeste. Destes, 307 deram água (125 com água potável e 182 com água para outros fins, como agricultura e consumo para animais) e 286 estavam secos.

A operação foi realizada em parceria com o governo federal em regiões secas de sete dos nove estados da região: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere