PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Vídeo de comediante vaiada em Nova York por criticar Brasil é de 2016

8.dez.2021 - Post distorce contexto de vaias à comediante Marcela Tavares em Nova York ao omitir que caso ocorreu em 2016 - Arte/UOL sobre Reprodução/Facebook Capitão Carpê Andrade
8.dez.2021 - Post distorce contexto de vaias à comediante Marcela Tavares em Nova York ao omitir que caso ocorreu em 2016 Imagem: Arte/UOL sobre Reprodução/Facebook Capitão Carpê Andrade

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

08/12/2021 17h58

Um vídeo em que a youtuber e comediante Marcela Tavares aparece sendo vaiada por fazer críticas ao Brasil durante um show em Nova York é antigo, de 2016, mas circula pelo menos desde ontem (7) nas redes sociais de forma distorcida, como se fosse atual.

Textos publicados em julho de 2016 nos sites F5, da Folha, e G1 informam que o episódio ocorreu no dia 23 daquele mês, quando Marcela fazia uma apresentação antes de um show do Skank no Melrose Ballroom, uma casa de eventos em Nova York. A comediante foi vaiada depois de dizer que "está foda viver no Brasil" e que no país, "sites de busca de emprego têm mais usuários que o Facebook".

Na data do show, o dado mais recente sobre o desemprego no Brasil era o do trimestre encerrado em maio de 2016, quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) registrou taxa de desemprego de 11,2%, ou 11,4 milhões de desempregados — o que era um recorde até então na série histórica iniciada em 2012. Naquele momento, Michel Temer (MDB) presidia o país interinamente após o afastamento de Dilma Rousseff (PT), que viria a perder o mandato pouco depois.

Apesar disso, o vídeo das vaias a Marcela Tavares voltou a circular nas redes como se fosse uma resposta a críticas feitas ao governo atual, do presidente Jair Bolsonaro (PL). O mais recente dado do IBGE mostrou uma taxa de desemprego de 12,4% no trimestre encerrado em setembro, com 13,5 milhões de desempregados.

No Facebook, o vídeo foi publicado, entre outros, pelo vereador de Manaus Capitão Carpê Andrade (Republicanos). No post do político, feito na noite de ontem (7), a gravação já tinha passado de um milhão de visualizações até a tarde de hoje (8), com pelo menos 16 mil compartilhamentos.

"E essa comediante esquerdista que foi fazer show de 'stand up' para brasileiros em Nova York, no show ela critica o Brasil e o Governo. Ela foi vaiada e saiu com cara de bund@", diz Andrade na legenda do post, sem explicar que se trata de um vídeo de 2016.

A reportagem também encontrou pelo menos um post com o conteúdo distorcido no Twitter, com cerca de 9 mil visualizações. No Instagram, foram encontrados ao menos oito posts por meio da ferramenta de monitoramento Crowdtangle, que somados acumulavam quase 70 mil visualizações.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.