Topo

Governador do RS vai a Santa Maria acompanhar investigação e cobrar "apuração rigorosa"

Do UOL, em São Paulo

28/01/2013 09h14

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), disse em entrevista nesta segunda-feira (28) que irá a Santa Maria (301 km de Porto Alegre) ainda nesta manhã para acompanhar os trabalhos de investigação do Ministério Público e da Polícia Civil sobre o incêndio na boate Kiss. Segundo as autoridades, 231 pessoas morreram na tragédia na madrugada desse domingo (27).

SAIBA MAIS

  • Veja lista com 231 nomes de mortos na boate

  • "Meu filho morreu, meu filho morreu!", diz mãe ao ver nome em lista; veja os depoimentos da tragédia

Em entrevista à rádio Gaúcha de Santa Maria, o governador afirmou que seguirá à cidade com o procurador-geral de Justiça do Estado, Eduardo Veiga, a fim de averiguar quais as possíveis causas do incêndio.

“Agora é o momento de tomarmos todas as providências para apurar responsabilidades , que têm que ser investigadas profundamente pelo MP, e, depois pelo Judiciário”, disse Genro. “Disponibilizaremos [ao MP e à Polícia] todas as condições necessárias para que tenham uma apuração rigorosa”, definiu o governador, que preferiu não adiantar eventuais responsabilizações. “Temos que ver se tivemos ações ou omissões que determinem isso”, resumiu.

Genro disse ainda que não descarta a criação de uma força-tarefa estadual para auxiliar o município “não só a melhorar a legislação, como também para aumentar fiscalização, se for o caso”, em casas noturnas.

Incêndio em boate de Santa Maria (RS)
Veja Álbum de fotos

Mais Cotidiano