PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
9 meses

Cedae: Foto em festa durante crise pode ter motivado demissão de presidente

O ex-presidente da Cedae, Helio Cabral - Ricardo Cassiano/Agência O Dia
O ex-presidente da Cedae, Helio Cabral Imagem: Ricardo Cassiano/Agência O Dia

Do UOL, em São Paulo

11/02/2020 13h36

Fotos de Hélio Cabral se divertindo numa banheira em uma festa de luxo foram consideradas um dos fatores que contribuíram para sua demissão do cargo de presidente da Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos). O desligamento dele aconteceu ontem, mais de um mês depois do início da crise de abastecimento que atinge da região metropolitana do Rio de Janeiro.

De acordo com reportagem da rádio CBN, as imagens, obtidas pelo Jornal Atual Rio, foram registradas no dia 12 de janeiro, cerca de dez dias depois do início da crise hídrica, e já circulavam entre membros do governo há semanas. No entanto, elas só foram divulgadas pela primeira vez ontem.

Para o lugar de Cabral, o governador Wilson Witzel (PSC) indicou o nome do engenheiro ambiental Renato do Espírito Santo. Cabral deixou a Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), na manhã de hoje, sem responder a nenhuma pergunta dos parlamentares fluminenses. Ele havia sido convocado por parlamentares para uma sabatina na qual prestaria esclarecimentos sobre o mau serviço prestado pela companhia desde o início do ano.

Cabral leu um pronunciamento em que agradecia a confiança de Witzel e se retirou sem explicar aos deputados os motivos da crise de abastecimento.

Cotidiano