PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

Briga entre PMs de folga termina em morte em Minas Gerais

Ambos os PMs estavam de folga ontem; Imagem ilustrativa - Dudu Macedo/Futura Press
Ambos os PMs estavam de folga ontem; Imagem ilustrativa Imagem: Dudu Macedo/Futura Press

Pedro Ezequiel

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 09h04Atualizada em 01/06/2020 14h18

Uma discussão de trânsito entre policiais acabou com a morte de um cabo da Polícia Militar de Minas Gerais após um soldado da corporação atirar no colega — ambos estavam de folga do serviço. A informação foi divulgada pelo site do jornal O Estado de Minas e confirmada pelo UOL. O caso aconteceu ontem por volta das 15 horas em Esmeralda, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o soldado Jonathan Smith de Lima, de 27 anos, o cabo Rugley Alves Costa, de 33 anos, avançou o semáforo fechado e fechou o caminhão em que ele estava, xingando-o. O soldado, na carona, disse ao motorista para seguir, mas alegou que foi perseguido pelo veículo do cabo militar e teria sido ameaçado pela vítima, que teria apontado uma arma em sua direção.

O soldado se apresentou como policial e disse para o cabo abaixar a arma, o que não foi obedecido. O militar de 27 anos fez dois disparos em direção ao cabo e mais dois depois. Os tiros atingiram os braços, o tórax e o abdômen do cabo.

A corporação informou que ambas as armas eram de propriedade da PM de Minas Gerais e utilizadas fixamente pelo soldado e pelo cabo.

Segundo a namorada do cabo, eles estavam voltando de uma confraternização e indo em direção à cidade de Betim. Ela disse que Rugley teria bebido e pediu para ela dirigir, mas logo voltou ao volante por decisão própria.

Rugley foi encaminhado para um hospital e depois transferido para outro na capital por conta da gravidade dos ferimentos. Ele acabou morrendo na madrugada de hoje.

O soldado foi atuado em flagrante após se apresentar na 6ª Cia. de Esmeralda para procedimentos da Polícia Militar. A perícia deu início à investigação do caso.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado anteriormente no primeiro parágrafo, o cabo não é um oficial -- categoria acima na hierarquia militar. Tanto cabo, quanto soldado fazem parte da patente de Praça. A informação já foi corrigida.

Cotidiano