PUBLICIDADE
Topo

Segurança pública

Polícia encontra em milharal carros usados em fuga após assalto em Criciúma

Do UOL, em São Paulo

01/12/2020 09h03Atualizada em 01/12/2020 17h54

A Polícia Civil de Santa Catarina informou que encontrou na manhã de hoje os dez veículos utilizados na fuga da quadrilha que explodiu e assaltou uma agência do Banco do Brasil em Criciúma (SC) nesta madrugada.

Os carros estavam em um milharal na cidade de Nova Veneza, próxima a Criciúma. Cerca de 30 criminosos teriam participado da ação, segundo a polícia. Não houve prisões.

Em entrevista à GloboNews, o delegado titular da Delegacia Regional de Criciúma, Vitor Bianco Junior, afirmou que foram encontradas placas de São Paulo no interior de alguns veículos.

Segundo ele, a polícia suspeita que a quadrilha que praticou o roubo seja de fora do estado de Santa Catarina. Questionado se ação poderia ter sido praticada por membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), o delegado disse que ainda não é possível apontar qual grupo estaria por trás da ação.

"Não dá para dizer qual facção estaria envolvida. É um tipo de ação com a qual nossa região não está habituada", declarou. "Tudo indica que é uma quadrilha bastante organizada, com grande poder de fogo."

Sobre os modelos utilizados na fuga, o delegado afirmou que são veículos de alto valor e bom estado. Ele citou carros das marcas Audi, BMW, Land Rover e Mitsubishi.

Bianco Junior disse ainda que a polícia investiga se os criminosos estariam escondidos na região ou se teriam utilizado um aeroporto de pequeno porte na cidade para fugir de avião.

"O milharal [onde os veículos foram deixados] é uma propriedade privada e houve uma invasão [por parte dos criminosos]. Provavelmente ali já havia outros veículos aguardando para dar prosseguimento à fuga", afirmou.

Segurança pública