PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

PMs são mortos dentro de viatura em Nova Iguaçu; suspeita é de emboscada

Policiais estavam em viatura quando foram atacados e mortos à tiros - Reprodução/ TV Globo
Policiais estavam em viatura quando foram atacados e mortos à tiros Imagem: Reprodução/ TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/06/2021 09h38Atualizada em 17/06/2021 13h37

Dois policiais militares foram mortos a tiros no final da noite de ontem, em Nova Iguaçu (RJ). A Polícia Civil trabalha com a hipótese de execução e que os PMs tenham sido vítimas de uma emboscada.

O soldado Sérgio Magalhães Belchior e o cabo Helder Augusto Gonçalves Silveira estavam dentro de uma viatura da PM, estacionada em uma rua de acesso à Rodovia Presidente Dutra, a Via Dutra, no bairro Posse, quando foram atacados e baleados.

Os PMs eram lotados no 24º BPM (Batalhão da Policia Militar) e estavam de serviço, em um ponto de baseamento, dando apoio ao 20º BPM, quando foram atacados.

Policiais de outra viatura que passavam pelo local, momentos depois, perceberam que os militares estavam baleados e chamaram o socorro. Os PMs foram levados para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas já chegaram mortos na unidade.

"Dou o recado a esses marginais: se entreguem e venham com as armas roubadas. Nós iremos prendê-los. Toda a Polícia Militar estará empenhada atrás de vocês", disse o coronel Rogério Figueredo, secretário de estado da Polícia Militar em um vídeo divulgado pela corporação. Na mensagem, o coronel diz que "não pode aceitar enterrar policiais militares executados por criminosos".

As armas dos militares, um fuzil e uma pistola, foram levadas pelos executores e a viatura em que eles estavam ficou completamente destruída pelos disparos.

A Polícia Civil fez uma perícia no local e está ajudando a Polícia Militar na busca aos criminosos. A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) investiga o caso.

Cotidiano