PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Faixa de pedestre no céu? Nuvens paralelas geram curiosidade em Santos (SP)

Nuvens divididas em faixas chamaram atenção nos céus de Santos - Reprodução/Twitter/Prefeitura de Santos
Nuvens divididas em faixas chamaram atenção nos céus de Santos Imagem: Reprodução/Twitter/Prefeitura de Santos

Do UOL, em São Paulo

14/10/2021 20h33Atualizada em 15/10/2021 08h31

Uma formação inusitada de nuvens chamou a atenção em Santos, no litoral de São Paulo, ao compor uma espécie de "faixa de pedestres" no céu da cidade. O fenômeno foi observado na tarde de hoje e gerou muita curiosidade.

Este é o resultado de nuvens do tipo "estratos-cúmulo" (ou stratocumulus), segundo explicação do meteorologista da Defesa Civil de Santos, Franco Cassol. Nas redes sociais, ele detalha que essas "nuvens baixas" surgem no céu quando ondas de gravidade se formam na atmosfera.

Segundo pesquisadores, essas ondas têm maior atividade na primavera e transportam energia entre a baixa e a média atmosfera, mas não causam, em si, mudanças no tempo, apesar de levar precipitação leve quando se formam em áreas de umidade moderada. Apesar de curiosas, as formações inusitadas não são tão raras nos céus do Brasil.

Em julho, uma nuvem "prateleira" surgiu nos céus do Pará, levando um temporal à região. E, no mesmo mês, uma formação semelhante à dos céus de Santos surgiu em cidades do Espírito Santo, dessa vez no formato de uma nuvem "gigante", criando uma linha no horizonte.

Na ocasião, o Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural), detalhou que o fenômeno foi causado por uma nuvem do tipo Stratocumulus, assim como no litoral de São Paulo. Este tipo de formação pode se organizar em padrões distintos, o que explica a variação na aparência entre o fenômeno observado nos dois estados do Sudeste.

Cotidiano