Conteúdo publicado há 1 mês

Vídeo mostra momento da queda do helicóptero em Barueri

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento exato da queda do helicóptero que deixou sete feridos na tarde desta terça-feira (20) em Barueri, na Grande São Paulo.

O que aconteceu

Vídeo mostra aeronave despencando do céu em área de mata. O comerciante Leandro Rueda, que cedeu as imagens ao UOL, disse ter ouvido um barulho alto, semelhante a um "raio ou um transformador estourando". "Quando vi, era o helicóptero", relatou.

Testemunhas ouviram um estrondo e saíram correndo. A aeronave caiu perto de um ponto de ônibus, onde estavam muitas pessoas, segundo contou Ivanildo Alves da Silva, que presenciou a cena, ao UOL. Ele acrescentou que não houve fogo, apenas uma fumaça rápida, e que as autoridades chegaram rapidamente.

O motoboy Luciano Almeida estava em casa quando testemunhou a queda do helicóptero. "A gente viu a aeronave com problemas, tentando pousar. Só que houve uma explosão antes de ela pousar. Nós ouvimos e vimos a explosão antes de pousar. Ele arremeteu a aeronave e passou por cima da nossa residência. Ele não girou. Ele já veio meio inclinado", destacou.

A queda

Os bombeiros foram acionados para a queda de uma aeronave às 16h20. A queda aconteceu na Avenida Marco, na altura do número 30, próximo a um mercado. Nove viaturas e dois helicópteros foram empenhados para a ocorrência.

Ainda não se sabe o que motivou a queda. Equipes da Aeronáutica estão a caminho e um delegado da Policia Civil também está no local, segundo os bombeiros.

A Prefeitura de Barueri informou que nenhum imóvel foi atingido. Os acessos próximos ao local do acidente foram fechados por agentes de trânsito na estrada dos Romeiros e na rua Tilápia.

O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) também foi acionado. No local, agentes do órgão informaram que a chuva e a noite atrapalham a investigação. Dados mais precisos devem ser coletados após o amanhecer. O prefixo da aeronave só vai ser confirmado após a remoção do helicóptero.

Continua após a publicidade

A reportagem do UOL fotografou o prefixo da aeronave. O helicóptero de modelo AS 350 B3, prefixo PR-ENT, está em situação normal, segundo registro da Anac. O helicóptero não está habilitado a realizar táxi aéreo, mas pode atuar em voos privados. Não há, porém, detalhes sobre o tipo de viagem que era realizada no momento do acidente. A aeronave pertence à empresa Vortex Holding e foi fabricada pelo Helibrás em 2013.

Imagem mostra destroços de helicóptero que caiu em Barueri (SP)
Imagem mostra destroços de helicóptero que caiu em Barueri (SP) Imagem: Uesley Durães/UOL

Vítimas estão internadas

Sete pessoas estavam na aeronave e foram socorridas com vida. Eram duas crianças, duas mulheres e três homens, segundo o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura de Barueri.

O piloto foi levado pelo helicóptero Águia para o Hospital das Clínicas, na capital. Ele estava preso às ferragens, foi retirado e estabilizado com lesão na perna e fratura no fêmur.

As outras seis vítimas foram socorridas hospitais em Barueri. Os pacientes foram encaminhadas para as unidades Pronto-Socorro Central, Pronto-Socorro do Engenho Novo e Pronto-Socorro Intermédica.

Continua após a publicidade

Uma mulher teve fraturas nas costelas e diversas lesões na face. Um homem com parada cardiorrespiratória foi atendido pelos bombeiros e teve a situação revertida. As crianças foram levadas conscientes para atendimento e passam bem, afirmou o Coronel Roberto Lago, coordenador da Defesa Civil de Barueri, ao SP2, da TV Globo.

Uma vítima está em internada na UTI em estado grave. Na noite de hoje, um dos passageiros que havia sido levado ao Pronto-Socorro do Engenho Novo foi encaminhada para o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran e encontra-se em estado grave, sob cuidados de uma equipe médica especializada.

Deixe seu comentário

Só para assinantes