Conteúdo publicado há 1 mês

Mulher suspeita de participar na morte de médico em SBC é presa em bar

A polícia prendeu a mulher suspeita de participar da morte do médico Aurélio Tadeu de Abreu em São Bernardo do Campo (SP).

O que aconteceu

Suspeita foi presa na noite de domingo (21). Carolina Bival estava bebendo em um bar e foi detida após uma denúncia anônima, segundo o SBT.

Ela confessou participação apenas no roubo. À polícia, Carolina contou que não conhecia o médico e que quem intermediou o encontro foi Diego Fernandes, o suspeito preso no sábado (20).

"Quem conhecia o médico é o indivíduo que está foragido. Eles forjaram uma situação para que pudessem adentrar no imóvel. Lá, socializaram antes de anunciar o roubo", explicou a delegada Kelly Cristina Sacchetto à TV Globo.

A polícia também investiga se os suspeitos colocaram alguma substância na bebida do médico para impedir uma reação. "Acredito que não obtiveram êxito e no afã de contê-lo acabaram matando", afirmou Kelly.

Segundo a delegada, os suspeitos desconfiavam que Aurélio Tadeu guardava dinheiro em espécie "porque clinicava em casa". Ele foi morto dentro de casa na noite de quinta-feira (18) na rua Agostinho César Bassoli, no bairro Rudge Ramos.

O crime é investigado como latrocínio (roubo seguido de morte). Um terceiro suspeito foi identificado, mas está foragido.

Relembre o caso

Aurélio Tadeu de Abreu foi achado sem camisa, com as mãos amarradas nas costas e uma corda ao redor do pescoço. Os vizinhos acionaram a PM na manhã de sexta (19) após perceberem que o portão da casa do médico estava aberto.

Continua após a publicidade

Câmeras de segurança registraram parcialmente a dinâmica do que aconteceu. As imagens mostram o momento em que o médico chega em sua casa no começo da noite e, cerca de uma hora depois, uma mulher vai encontrá-lo no local. Os dois saem juntos da casa e retornam por volta das 21h.

Após retornarem, dois homens são vistos em frente a porta da residência e aguardam do lado de fora por cerca de 30 minutos. Posteriormente, esses indivíduos entram no imóvel.

Suspeito levou carro da vítima. Por volta das 23h de ontem, os suspeitos deixaram a residência. A mulher e um homem saem a pé. O segundo homem leva o veículo do médico que estava na garagem.

A polícia rastreou a localização do carro de Aurélio Tadeu e prendeu Diego Fernandes.

Deixe seu comentário

Só para assinantes