Conteúdo publicado há 2 meses

Janja rebate Whindersson após publicação sobre resgate de cavalo Caramelo

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, rebateu uma publicação do influenciador digital Whindersson Nunes sobre uma postagem dela sobre a mobilização para resgatar o cavalo Caramelo, que estava ilhado em cima de um telhado na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul.

O que aconteceu

Janja postou um vídeo dizendo estar "muito emocionada". Na publicação, feita quase às 12h desta quinta-feira (9), a socióloga se direcionou "para quem anda divulgando muitas fake news por aí" e falou que o cavalo estava salvo após mobilização desde às 6h para resgate do animal. "A gente conseguiu salvar mais uma vida. Força, Rio Grande do Sul", disse, chorando ao fim da gravação.

Whindersson compartilhou o vídeo da primeira-dama. Sem escrever nada, o influenciador colocou uma foto da influenciadora e atriz Jade Picon lavando roupa na mão em um rio, parte de uma cena da novela "Travessia". O humorista tem se empenhado em ajudar os gaúchos atingidos pela catástrofe no estado e já divulgou a arrecadação de mais de R$ 3 milhões.

Primeira-dama rebateu a publicação do influenciador. Em uma postagem de um internauta que comentava a mobilização de Janja para ajudar no resgate do animal e criticava a posição de Whindersson, a socióloga escreveu: "Ele [Whindersson] não sabe que já inventaram maquina de lavar roupa faz tempo, que libera o tempo das mulheres fazerem e estarem onde elas quiserem".

Horas depois, sem sem citar reação da socióloga, o influenciador explicou sua intenção com o post: Esse tweet não faz alusão a trabalhos doméstico, faz alusão a fazer muito enxame pra uma coisa, sobre botar a mão na massa em algo e fazer o meio auê. Dizendo para efeito de informação", escreveu.

Animal está desidratado, diz veterinária

Continua após a publicidade

Cavalo foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Veterinário da Ulbra. Mariângela Allgayer, professora e médica veterinária, informou que a sua equipe está cuidando do animal. Ele foi resgatado mais cedo após ficar preso em telhado de uma casa por cerca de cinco dias.

Esse animal está muito desidratado. Ele está sendo atendido por nossa equipe de veterinários.
Mariângela Allgayer

Ao UOL, a veterinária deu mais detalhes do atendimento a Caramelo. "O animal chegou sedado, foi aquecido, seco, parâmetros aferidos, hidratação venosa. Retornou da sedação, foi alocado nas baías. Está comendo e recebendo feno [mistura de plantas ceifadas e secas]."

Animal foi visto se equilibrando no telhado de uma casa. A cena foi flagrada pelo helicóptero da TV Globo, que fazia a cobertura das enchentes na cidade de Canoas, uma das mais castigadas, e viralizou nas redes sociais.

Lula citou importância da máquina de lavar para as mulheres

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que máquinas de lavar são "muito importantes para as mulheres". Em anúncio de medidas de socorro ao Rio Grande do Sul, afetado pela pior tragédia climática da história, o presidente mencionou a importância de eletrodomésticos para pessoas mais pobres que tiveram suas casas atingidas pelas enchentes.

Continua após a publicidade

Muita gente acha que uma televisão é uma pequena coisa, que não tem muita importância. Mas para uma pessoa mais humilde, a televisão é um patrimônio. O fogão é um baita de um patrimônio, a geladeira, então, nem se fala. E uma máquina de lavar roupa é uma coisa muito importante para as mulheres, que estão sobrevivendo a um verdadeiro sofrimento e martírio com essa chuva.
Presidente Lula

A declaração de Lula ocorreu enquanto o presidente compartilhava uma experiência pessoal passada, de ter vivido ele próprio uma enchente em sua casa. "Deu um metro e meio [de água] na minha casa. E quando a água vai embora, a desgraça é muito feia. Vocês não têm noção do que é uma casa quando a água vai embora", afirmou o presidente. Ele descreveu o cenário como "um inferno", se referindo à quantidade de "sanguessugas", "bactérias" e "baratas mortas" que ficam no imóvel ao passar a enxurrada.

No discurso, Lula também mencionou o cavalo Caramelo, que ficou preso em cima de uma casa no município de Canoas, um dos mais afetados no estado gaúcho. O presidente comemorou o resgate do animal.

(Com Estadão Conteúdo)

Deixe seu comentário

Só para assinantes