PUBLICIDADE
Topo

Boulos sai muito gabaritado dessa eleição, analisa deputada do PSOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/11/2020 20h25

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL), uma das principais aliadas de Guilherme Boulos, afirmou que o candidato derrotado à prefeitura de São Paulo sai fortalecido das eleições municipais de 2020 e gabaritado a pleitear ser candidato à presidência daqui dois anos.

"Aqui em São Paulo, o Boulos teve mais de 2 milhões de votos. Alguém que veio dos movimentos sociais, que conseguiu costurar no segundo turno uma frente democrática muito significativa, que pode ser importante nos próximos dois anos no enfrentamento ao projeto bolsonarista em nível nacional. Ele já era uma liderança nacional, foi candidato a presidente, mas sai muito gabaritado como uma grande liderança, seja em 2022 ou em todas as lutas que acontecerão até lá", afirmou Sâmia em participação na live do UOL no Youtube.

A deputada federal afirmou que é muito cedo para cravar o nome de Boulos para a eleição de 2022, mas que o psolista será um nome importante nos próximos anos no campo da esquerda.

"Eu acho que ainda é cedo para definir os candidatos para 2022, mas sem dúvida o Boulos sai muito gabaritado caso o partido e os movimentos que nos apoiam julguem como a melhor tática eleitoral. Até lá vai haver muita discussão com outros partidos e figuras para ver de que forma podemos nos apresentar para 2022, mas o Boulos sai como um grande nome. Pessoalmente, acho que seria excepcional", analisou.

Bruno Covas venceu as eleições em São Paulo com 59,4% dos votos contra 40,6% de Guilherme Boulos.

A deputada federal do PSOL também falou sobre o fato de ter sido infectada pelo novo coronavírus poucos dias antes de Boulos também testar positivo. Sâmia afirmou que tanto ela, quanto o candidato derrotado seguiram à risca as medidas de isolamento.

"Não tem nada que prove que o Boulos tenha pegado de mim ou eu dele. Tivemos contatos com milhares de pessoas durante a campanha, desde o início com todos os cuidados, com álcool em gel, máscara. Como os dados indicam, estamos numa nova etapa de contágio, e a gente deve ter pego em algumas dessas atividades de rua. Era um risco. Mas o mais importante foi a responsabilidade dele que, assim que eu anunciei que estava contaminada, ele suspendeu as agendas de rua, sabendo que a gente teve contato, ainda que não próximos. E assim que soube do resultado ficou em isolamento total", afirmou a deputada, que aproveitou para criticar a atuação de Bolsonaro.

"Essa postura responsável é bastante importante não só para uma liderança política, mas para qualquer cidadão brasileiro, e difere muito da postura que o Jair Bolsonaro teve quando foi contaminado, de ignorar completamente o seu papel. A campanha soube lidar bem, conduzir de forma responsável, com a minha contaminação e principalmente a do Guilherme."

Vitória em Belém

Sâmia também comentou a vitória de Edmilson Rodrigues (PSOL) para a prefeitura de Belém, capital do Pará, derrotando Delegado Federal Eguchi (Patriota), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

"Essas eleições foram muito importantes para o nosso partido, principalmente porque vencemos em Belém. Foi uma vitória dupla, porque o outro candidato era bolsonarista, aliado àqueles que matam a Floresta Amazônica. Vai ser uma prefeitura modelo para o nosso partido que até então não tinha vencido em nenhuma capital", analisou.

Numa disputa acirrada, psolista recebeu 390.723 votos (51,76% dos votos válidos), contra 364.095 votos de Eguchi (48,24%).

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!