Turquia diz ter detido e deportado para Bélgica um dos autores de atentados

Do UOL, em São Paulo

  • "Haberturk"/AP

    Foto divulgada pelo jornal turco "Haberturk" mostra Ibrahim El Bakraoui ao ser fichado pela polícia turca em Gaziantep, na Turquia

    Foto divulgada pelo jornal turco "Haberturk" mostra Ibrahim El Bakraoui ao ser fichado pela polícia turca em Gaziantep, na Turquia

Um dos homens-bomba que participaram nos atentados terroristas na Bélgica foi preso em junho de 2015 no sul da Turquia, deportado no mês seguinte e depois colocado em liberdade pelas autoridades belgas, afirmou nesta quarta-feira (23) o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

"Um daqueles que participaram no ataque a Bruxelas foi preso em junho de 2015 em Gaziantep [na fronteira com a Síria]. Ele foi expulso em 14 de julho de 2015", declarou Erdogan à imprensa.

Segundo o mandatário, Ancara havia alertado Bruxelas sobre a captura de um "combatente estrangeiro", que provavelmente se juntaria ao Estado Islâmico na Síria.

Mas a Bélgica o soltou por não ter encontrado evidências de que ele teria ligações terroristas, disse Erdogan.

Mais tarde, a Presidência turca identificou Ibrahim El Bakraoui, que se explodiu no aeroporto Zaventem, como a pessoa deportada pela Turquia, disse a BBC

Khalid, irmão de Ibrahim, se explodiu na estação Maalbeek de metrô.

Durante buscas após os atentados, policiais encontraram um laptop e uma carta suicida de Ibrahim. Na carta, ele reclamava da vida de perseguição e falava do risco de ir parar numa prisão. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos