Topo

EUA: Guardas pulam e param submarino que transportava toneladas de drogas

Do UOL, em São Paulo

12/07/2019 09h37

A Guarda Costeira dos Estados Unidos divulgou nesta semana um vídeo que mostra o momento em que seus membros abordaram um submarino suspeito de transportar toneladas de drogas. Nas imagens é possível ver os guardas gritando para a embarcação e pulando no submarino em movimento.

O episódio aconteceu em 18 de junho durante operação em águas internacionais do leste do Pacífico, mas o vídeo foi divulgado apenas nesta semana. Segundo a emissora de televisão CNN, o submarino transportava cerca de 7,7 toneladas de cocaína. Os guardas pularam sobre o submarino em movimento, forçaram a abertura da comporta e conseguiram a rendição dos traficantes.

A Guarda Costeira identificou o submarino, que é projetado para passar despercebido sob as águas, com ajuda de uma aeronave que repassou a informação para os agentes em solo. Quando souberam a localização exata da embarcação, os guardas lançaram dois pequenos barcos em alto mar e conseguiram alcançar o submarino sem serem identificados.

Havia cinco pessoas a bordo, que foram levadas para a agência antidrogas dos EUA para responder a processo.

Segundo o porta-voz da Guarda Costeira, Stephen Brickey, à CNN, houve um aumento nos últimos quatros anos de cartéis de drogas das Américas Central e do Sul que usam submarinos semi-submersos para contrabando de drogas.

Essas embarcações são caras. Uma vez cheia de drogas, elas são impossíveis de detectar sem um trabalho de inteligência ou aeronaves, disse Brickey. Segundo ele, o submarino é pintado de azul em uma tentativa de se camuflar na água.

Mesmo após identificar os contrabandistas, a Guarda Costeira precisa ser rápida na abordagem, pois o submarino é projetado para afundar em alta velocidade e destruir as evidências. Os agentes conseguem deter cerca de 11% dos contrabandos em submarinos que passam pelo leste do Pacífico, disse Brickey, uma área que tem o mesmo tamanho do território americano.

Internacional