Topo

Inglês diz que gastou R$ 150 mil em processo que contestou multa de R$ 500

Richard Keedwell gastou todo o dinheiro da família em uma batalha jurídica perdida - Arquivo Pessoal
Richard Keedwell gastou todo o dinheiro da família em uma batalha jurídica perdida Imagem: Arquivo Pessoal

Do UOL, em São Paulo

11/09/2019 09h22

Um inglês gastou 30 mil libras (cerca de R$ 150 mil) em uma batalha judicial apenas para provar que estava certo em relação a uma multa de trânsito de apenas 100 libras (cerca de R$ 500).

Richard Keedwell, de 71 anos, gastou toda a herança de seus filhos em uma briga legal que durou três anos. Ele afirma que houve um erro na multa por dirigir a 35 mph (56,3 km/h) em uma zona de 30 mph (48,2 km/h) em uma viagem a Worcester, em 2016.

O engenheiro aposentado alega que "certamente não dirigia a mais de 30 mph". Para provar sua alegação, ele contratou um especialista em vídeo e eletrônica para mostrar na Justiça que, provavelmente, o radar havia sido acionado por um carro em uma pista adjacente ou então o aparelho estava com defeito.

Ele perdeu todos os recursos na Justiça local e na chamada corte da coroa. Keedwell gastou 21 mil libras em honorários de advogados e 7.000 libras em custas judiciais, além de despesas de viagem.

O inglês se sente culpado de ter perdido o dinheiro da família a afirmou que o caso todo foi muito estressante.

"Estou cansado de todo o sistema que está atrapalhando as pessoas comuns", disse ele à emissora BBC. "Lamento a quantidade de dinheiro gasta. Eu simplesmente queria justiça", explicou.

Mais Internacional