PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Base militar iraquiana é atingida por foguetes e 4 ficam feridos

Sam McNeil/AP Photo
Imagem: Sam McNeil/AP Photo

Do UOL*

12/01/2020 14h17

Uma base militar no Iraque localizada em Balad foi atingida hoje em um ataque que deixou quatro soldados iraquianos feridos, disseram fontes consultadas pelas agências AFP e Reuters.

Segundo a agência AFP, oito foguetes caíram em uma base aérea iraquiana que abriga soldados americanos ao norte de Bagdá, disseram fontes militares iraquianas, que não informaram a origem dos disparos.

Quatro soldados iraquianos ficaram feridos, enquanto nenhum soldado americano foi atingido, uma vez que quase todas as tropas americanas já deixaram essa base localizada após a escalada de tensão entre Estados Unidos e Irã.

"Restam apenas quinze soldados americanos e um avião em Balad", assegurou à AFP uma fonte militar iraquiana.

Desde o final de outubro, dezenas de foguetes foram disparados contra bases iraquianas utilizadas por soldados americanos, matando um americano em 27 de dezembro. Os Estados Unidos acusaram facções armadas iraquianas pró-iranianas.

Em retaliação, em 29 de dezembro, os Estados Unidos bombardearam bases iraquianas na fronteira síria, matando 25 combatentes da Hashd al-Shaabi, uma coalizão paramilitar pró-Irã integrada às tropas iraquianas.

A escalada atingiu um nível sem precedentes, com um ataque de drone ordenado pelo presidente Donald Trump que matou o general iraniano Qassem Soleimani e o número dois da Hashd, Abu Mehdi al-Mohandis, em 3 de janeiro em Bagdá.

O Irã respondeu em 8 de janeiro disparando 22 mísseis balísticos contra a base aérea iraquiana de Ain al-Assad (oeste), que abriga tropas americanas, sem causar baixas.

Desde então, disparos de foguetes contra os interesses americanos - incluindo a embaixada na Zona Verde de Bagdá - foram realizados quase diariamente, enquanto o Parlamento iraquiano votou pela saída das tropas estrangeiras do país.

A base aérea iraquiana de Balad abriga soldados americanos, mas quase todas as tropas do país já deixaram o local após uma escalada entre os Estados Unidos e o Irã.

*Com agêncais

Internacional