PUBLICIDADE
Topo

Ministro de Israel diz que pesquisa local produziu anticorpo para covid-19

Anúncio foi feito por ministro da Defesa, mas comunicado não informou se testes em humanos já foram realizados - Ammar Awad/Reuters
Anúncio foi feito por ministro da Defesa, mas comunicado não informou se testes em humanos já foram realizados Imagem: Ammar Awad/Reuters

Do UOL, em São Paulo

05/05/2020 09h44

O ministro da Defesa de Israel, Naftali Bennett, anunciou ontem que o Instituto de Pesquisa Biológica do país (IIBR) está elaborando um anticorpo para a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com o jornal Times do Israel, Bennett afirmou que os pesquisadores já passaram pela fase de desenvolvimento do anticorpo e já se encaminham para começar a produzir em massa o tratamento.

Em comunicado oficial, o ministro informou que visitou o instituto e foi apresentado a um "anticorpo que ataca o vírus de maneira monoclonal e pode neutralizá-lo nos corpos dos doentes". Segundo a nota, o desenvolvimento do tratamento está completo, carecendo apenas de patente antes de ser oferecido para empresas interessadas em produzi-lo em escala comercial.

"Estou orgulhoso da equipe do instituto por este grande avanço", disse Bennett na nota. "A criatividade e o pensamento judaico deles nos trouxeram a este grande feito", completou.

A imprensa israelense já havia anunciado no final de março uma pesquisa em estágio avançado a respeito de um tratamento para o novo coronavírus. O Ministério da Defesa do país não deu mais detalhes, nem informou se testes em seres humanos já foram realizados.

Cerca de 100 pesquisas ao redor do mundo estão atrás de vacinas para a doença. No entanto, ainda não há previsões a respeito da produção de uma vacina definitiva.

Dados da Universidades Johns Hopkins, nos EUA, informa quem 16.268 casos do novo coronavírus já foram contabilizados em Israel, com 10.223 pacientes recuperados e 237 óbitos

Coronavírus