PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Influenciadores podem ser deportados da Indonésia por pegadinha com máscara

Russa pintou uma máscara no rosto para burlar o uso do item obrigatório - Reprodução/YouTube/Mirah Official
Russa pintou uma máscara no rosto para burlar o uso do item obrigatório Imagem: Reprodução/YouTube/Mirah Official

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/04/2021 11h32

Uma pegadinha tornou-se caso de polícia na Indonésia. A influenciadora Leia Se decidiu ir ao mercado com uma maquiagem simulando uma máscara de proteção, ao invés de usar o item obrigatório. O vídeo chegou até as autoridades do país, que confiscaram o passaporte dela e de Josh Lin, influencer taiwanês que agiu como cúmplice do vídeo. A dupla corre risco de ser deportada, segundo o site local Coconuts Bali.

Leia estava de férias na ilha e gravou-se sendo proibida de entrar em um mercado por não fazer o uso da máscara. Em tom de deboche, a influencer voltou para o carro e pintou o rosto para simular o item obrigatório.

Ela retornou à entrada do estabelecimento e, ao lado de Josh, conseguiu enganar o segurança com o disfarce. Os dois foram liberados para a entrada no local.

Clientes do mercado suspeitaram do disfarce da russa, mas não a confrontaram no vídeo.

Leia e Josh talvez esperassem que a pegadinha se tornasse viral, como a de um norte-americano que produziu uma máscara com a foto do próprio rosto dele para enganar seguranças. Entretanto, a dupla foi pega de surpresa pela repercussão negativa do vídeo.

As imagens chegaram ao Departamento de Imigração da Indonésia, que decidiu confiscar os passaportes dos jovens. Uma fonte policial disse à publicação que é "apropriado puni-los com mais severidade" do que apenas uma multa. Um interrogatório com os envolvidos na pegadinha decidirá se eles serão deportados do país ou não.

Em meio às críticas pela pegadinha, feita no país com 44,7 mil mortos pela covid-19, de acordo com dados da John Hopkins, Leia e Josh publicaram um vídeo ao lado de uma equipe jurídica para pedir desculpas.

No registro, os jovens se justificaram dizendo que queriam apenas "entreter o povo". Além de pedir desculpas, Leia incentivou todos os seguidores a usarem uma máscara "para nossa própria saúde e segurança e para que possamos ajudar Bali a recuperar o turismo".

Internacional