PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Grécia oferece recompensa de R$ 1,9 mi por assassinos de jovem de 20 anos

Caroline Crouch foi torturada pelos invasores de sua casa, segundo a polícia - Reprodução/Instagram/@_carolinecrouch_
Caroline Crouch foi torturada pelos invasores de sua casa, segundo a polícia Imagem: Reprodução/Instagram/@_carolinecrouch_

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/05/2021 10h26

O governo da Grécia está oferecendo uma recompensa de 300 mil euros (cerca de R$ 1,9 milhão) para quem fornecer informações que levem à prisão dos responsáveis pelo assassinato de uma jovem britânica que morava em Athenas.

Segundo o The Guardian, Caroline Crouch, de 20 anos, foi morta estrangulada por ladrões armados que invadiram sua casa e amarraram seu marido, na madrugada da terça-feira (11). A filha de 11 meses do casal estava na casa, mas não foi agredida. O cachorro da família, no entanto, também foi encontrado morto e pendurado em um corrimão da casa.

"Estamos todos abalados e pessoalmente eu estou abalado", disse Michalis Chrisochoidis, ministro de proteção aos cidadãos da Grécia. "Raramente encontramos tamanha brutalidade na Grécia, tanto na sociedade grega quanto no crime", acrescentou.

A polícia acredita que Carolina tenha sido torturada por até uma hora, enquanto os suspeitos perguntavam pela localização do dinheiro e das joias da família, de acordo com o jornal. Os itens de valor foram roubados pelos invasores, que também teriam encontrado 15 mil euros (cerca de R$ 96 mil reais) dentro de um jogo de tabuleiro.

Duas unidades policiais especializadas em roubos de casa analisaram as imagens das câmeras de segurança da casa, e chegaram à tese que os suspeitos podiam estar seguindo e observando o casal por vários dias

Entretanto, as informações que a polícia tem sobre o caso, que chocou o país europeu, não são suficientes. Por conta disso, o governo veio a público e anunciou a recompensa de 300 mil euros para os denunciantes que levem à prisão dos culpados pelo crime. Portanto, o dinheiro só será entregue após o julgamento dos suspeitos.

Recompensas por criminosos são raras na Grécia. Segundo a emissora ERT, há apenas quatro registros de utilização da tática no país, todas elas relacionadas a atentados terroristas ou crimes hediondos.

Internacional