PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Chitas em perigo e morcego 'fofo' concorrem a melhor foto de vida selvagem

Do UOL, em São Paulo

01/09/2021 09h54

Um grupo de chitas machos tentando sair de um rio inundado, no Quênia. O pouso de uma borboleta afetada pelo aquecimento global, um camarão no fundo do mar e uma imagem forte, do sangue escorrendo do focinho de uma leoa.

Essas são algumas das imagens que vão disputar o concurso "Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano", organizado pelo Museu de História Natural de Londres. Algumas das fotos foram divulgadas hoje pela instituição (veja o álbum acima).

A edição deste ano, a 57ª do prêmio, recebeu um número recorde de inscrições. Especialistas do setor selecionaram entre 50.000 inscrições de fotógrafos em 95 países. Os critérios foram "criatividade, originalidade e excelência técnica".

"Essas imagens extraordinárias mostram a rica diversidade da vida na Terra e despertam curiosidade e admiração", disse Doug Gurr, diretor do museu, em um comunicado no site da instituição.

Para ele, as fotos escolhidas mostram "os desafios urgentes que enfrentamos e a ação coletiva que precisamos realizar".

Os vencedores da categoria serão anunciados no dia 12 de outubro e farão parte de uma exposição programada para abrir no dia 15 de outubro, que segue até 5 de junho de 2022.

Internacional