PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Caso Madeleine McCann: Novas provas podem confirmar suspeito, diz site

Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu em Portugal, em 2007 - PA MEDIA
Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu em Portugal, em 2007 Imagem: PA MEDIA

Do UOL, em São Paulo

23/01/2022 11h25

Os responsáveis pela investigação do caso Madeleine McCann dizem acreditar que novas provas entregues nos últimos dias podem confirmar a suspeita contra um alemão apontado como responsável pelo desaparecimento da criança em 2007, em Portugal. As informações foram publicadas pelo site The Sun.

Segundo o jornal britânico, uma equipe que trabalha com um documentário sobre a Madeleine entregou novas provas aos investigadores.

O grupo teria informações que mostram que o alemão Christian Brueckner, principal suspeito do caso, estava perto da Praia da Luz, em Algarve (Portugal), no dia em que a criança desapareceu do seu quarto.

Brueckner tem 44 anos e está preso em uma penitenciária de segurança máxima em Oldenburg, na Alemanha, onde cumpre pena por tráfico de drogas. Apesar de ser o principal suspeito, ele ainda não foi acusado por qualquer crime relacionado ao desaparecimento da Madeleine.

O homem, segundo as autoridades alemãs, possui outras condenações por abuso sexual contra crianças e pelo estupro de uma mulher de 72 anos. Ele também é investigado por pelo menos cinco crimes sexuais e assassinato de uma adolescente de 16 anos.

Relembre o caso

Madeleine desapareceu durante as férias com os pais e seus irmãos na Praia da Luz. A família viajou com um grupo de amigos para o resort Ocean Club onde ficaram hospedados.

Kate e Gerry, seus pais, jantavam no restaurante dentro resort quando Madeleine foi levada do apartamento, onde dormia, na noite de 3 de maio de 2007. Ela e os irmãos estavam sozinhos no quarto.

A busca por Maddie, como os pais carinhosamente a chamam, causou comoção em Portugal e no mundo.

Internacional