PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
3 meses

Imagens mostram base de armas em Balakleya, na Ucrânia, pegando fogo

Do UOL, em São Paulo

26/02/2022 17h10Atualizada em 26/02/2022 18h32

Uma base militar de Balakleya, a cerca de 520 quilômetros de Kiev, capital da Ucrânia, pegou fogo, mostram imagens da TV local Nexta. Segundo a emissora, um ataque aéreo russo provocou o incêndio no local.

Em um comunicado, o Ministério da Defesa russo informou que o Exército da Rússia recebeu ordens hoje para expandir sua ofensiva contra a Ucrânia. Este é o terceiro dia de invasão russa nas cidades ucranianas.Segundo o governo de Vladimir Putin, a decisão foi tomada devido às rejeições de Kiev para negociações, o que os ucranianos negam.

Segundo a Nexta, tropas ucranianas têm revidado as ofensivas em Balakleya como uma forma de evitar mais uma invasão dos russos. Até o momento, não há informações de feridos.

Hoje pela manhã, o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelensky, disse que não existe a possibilidade de rendição.

"Estou aqui. Não baixaremos as armas. Vamos defender nosso país, porque nossa arma é a verdade, e nossa verdade é que esta é nossa terra", informou Zelensky, segundo tradução para o inglês, feita pela CNN.

Ataques no terceiro dia de invasão

O terceiro dia de invasão russa foi marcado por ataques em um prédio residencial, durante a madrugada, e outras cinco explosões em Kiev.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram também um grupo de civis sem armas tentando impedir as tropas russas de avançarem.

O prefeito de Kiev, Vitaliy Klychko, anunciou também a ampliação do toque de recolher noturno na cidade para o período das 18h às 7h. Antes, o horário era das 22h às 7h.

"Todos os civis que estiverem na rua durante o toque de recolher serão considerados membros dos grupos de sabotagem e reconhecimento do inimigo", escreveu o prefeito no Twitter.

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL