Conteúdo publicado há 1 mês

Josias: Netanyahu mata imagem de Israel com massacre de palestinos famintos

O ataque a civis palestinos que tentavam receber ajuda humanitária na Faixa de Gaza e que, segundo o Hamas, provocou mais de 100 mortes foi mais uma demonstração de como Benjamin Netanyahu deteriora a imagem de Israel, afirmou o colunista Josias de Souza no UOL News desta sexta (1º).

Israel faz cara de paisagem diante do caos e diz que não se pode responsabilizar seu Exército pelos pisoteamentos e atropelamentos. O caos é responsabilidade do gabinete do Netanyahu.

Esse massacre de palestinos famintos, numa cena de distribuição caótica de suprimentos humanitários, ficará no enredo dessa guerra desproporcional de Israel em Gaza, como um marco do desprezo aos valores humanitários.

Além dos palestinos, Netanyahu está matando o que restava da imagem de Israel em Gaza. Essa é uma guerra sem vitoriosos. Josias de Souza, colunista do UOL

Para Josias, a resolução da crise humanitária em Gaza não depende mais de um cessar-fogo, mas da investigação, julgamento e condenação daqueles que permitiram o agravamento da situação.

Não há como Israel sair bem dessa cena. Cabe à força que ocupa um determinado território organizar a distribuição de suprimentos. No caso de Gaza, são insuficientes e as pessoas estão morrendo de fome. Era preciso ordenar o caos. Não se promove a ordem disparando contra pessoas famintas e que estão à procura de alimentos.

Não há mais que falar em cessar-fogo, que seria algo insuficiente. É hora de iniciar a investigação dos inquestionáveis crimes de guerra e encaminhar as punições. É esse cenário que vivemos hoje. Josias de Souza, colunista do UOL

Tales: Não há o que esperar, é preciso derrubar Netanyahu agora

Continua após a publicidade

Tales Faria avaliou que o governo brasileiro "encontrou o tom sem cair na armadilha de Netanyahu" ao condenar os novos ataques de Israel aos palestinos. Para o colunista, apenas a queda imediata do primeiro-ministro israelense colocaria um ponto final às cenas de horror na Faixa de Gaza.

Antes, a culpa era só do Netanyahu e do governo de Israel por esse massacre. Começo a pensar que os judeus progressistas têm a obrigação de tirar o Netanyahu do poder. Enquanto ele estiver lá, vai ocorrer esse tipo de massacre. Tem que destituir o governo Netanyahu imediatamente. Não há condição de acabar com a guerra com ele no poder. Não tem mais que esperar; tem que derrubá-lo agora. Tales Faria, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes