Condenação de Trump tira 'peso dos ombros' de Stormy Daniels, diz marido

O marido da atriz pornô Stormy Daniels, pivô da condenação do ex-presidente Donald Trump, afirmou que ela tirou "um grande peso dos ombros" com o resultado do julgamento. O também ator da indústria de filmes adultos Barrett Blade falou com a CNN após o republicano ser considerado culpado.

O que aconteceu

Blade foi questionado sobre a reação de Daniels após a decisão dos 12 jurados. O marido declarou que a atriz ainda está processando as informações e não estava "buscando Justiça para si mesma". Segundo ele, Daniels "estava se defendendo desde o início e dizendo o que era certo, mas todo esse julgamento de suborno realmente não é a história dela".

Foi bom que o júri tenha visto os fatos e tomado a decisão e, claro, apoiamos isso de qualquer maneira; se eles vissem as coisas de forma diferente, teríamos apoiado de qualquer maneira. Mas acho que ajuda com o fato de que ela se sente, você sabe, um pouco validada por, você sabe, ela estar dizendo a verdade.

O ator afirmou também não ter certeza se a validação sentida pela mulher importa. "Muitas pessoas ainda pensam que ela está mentindo", disse: "Pessoas que não vão acreditar simplesmente não vão acreditar. Eles já se decidiram e pronto."

Permanência nos EUA. Segundo o marido de Daniels, a condenação a convenceu a continuar no país norte-americano. A atriz havia pensado em se mudar se o veredicto fosse "em outra direção".

Agora, vamos continuar com o que sempre fizemos. Acho que ela está aliviada. Neste momento, é um grande peso tirado dos ombros dela.

Receio. À CNN, o marido de Stormy Daniels também transpareceu uma preocupação com o futuro da atriz. "Agora, todos os idiotas do MAGA [Make America Great Again, slogan de campanha de Trump] virão atrás dela", afirmou. "Fatos são fatos e não acho que eles vejam isso."

O julgamento durou sete semanas e ouviu mais de 20 testemunhas. Stormy Daniels prestou depoimento e deu detalhes sobre o encontro amoroso que teria tido com Trump em 2006. A atriz disse, por exemplo, que subiu até uma das principais suítes do hotel, encontrou o magnata —que estava de pijama— e ele lhe perguntou sobre sua infância e sua vida.

O ex-advogado e homem de confiança de Trump, Michael Cohen, relatou ter pago US$ 130 mil (cerca de R$ 675 mil em valores atuais) a Stormy Daniels, em 2016. O objetivo era comprar o silêncio da atriz sobre um encontro amoroso com Trump, para não prejudicá-lo nas eleições daquele ano. O republicano venceu a candidata democrata Hillary Clinton.

Continua após a publicidade

O júri em Nova York concluiu que Trump violou a lei ao falsificar registros comerciais para encobrir o pagamento. O ex-presidente foi condenado por todas as 34 acusações de fraude contábil que pesavam contra ele no caso.

*Com informações da CNN e da Newsweek.

Deixe seu comentário

Só para assinantes