Topo

Prisão de brigadistas no PA: investigação sobre o incêndio muda de mãos

10.abr.2019 - O governador do Pará, Helder Barbalho -  Marcos Corrêa/PR
10.abr.2019 - O governador do Pará, Helder Barbalho Imagem: Marcos Corrêa/PR

Do UOL, em São Paulo

28/11/2019 15h25

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou hoje que trocará a presidência do inquérito sobre os incêndios em Alter do Chão. Ele afirmou estar preocupado com a condução do caso, que resultou na prisão de quatro brigadistas, e declarou que o diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire, ficará encarregado das investigações.

"Sobre o caso ocorrido em Santarém, determinei a substituição da presidência do inquérito para que tudo seja esclarecido da forma mais rápida e transparente possível. O diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire, estará à frente das investigações", escreveu o governador em sua conta do Twitter.

O responsável pela investigação, até o momento, era o delegado da Polícia Civil, José Humberto Melo Júnior.

Em um vídeo também divulgado na rede social, ele salienta preocupação com as prisões dos brigadistas.

"O caso requer atenção e toda transparência necessária. Ninguém está acima da lei, mas também não pode ser vítima de pré julgamento ou ter o seu direito à defesa cerceado. Minha preocupação é com a Amazônia, com o direito das pessoas", disse.

Meio Ambiente