Topo

Casa onde Cachoeira foi preso em fevereiro está à venda por R$ 2,5 milhões em Goiânia

Reprodução
Imagens do site de imobiliária destacam que casa pertenceu a Perillo; valor de venda é de R$ 2,5 mi Imagem: Reprodução

Rafhael Borges

Do UOL, em Goiânia

2012-07-04T22:13:46

04/07/2012 22h13

O imóvel que gerou a maior parte dos questionamentos ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), na CPI do Cachoeira, está à venda. O anúncio da casa onde Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso, no final de fevereiro, aparece como um dos destaques na página de uma imobiliária na internet, com o destaque: “ex-casa do Governador de Goiás”.

O imóvel em condomínio fechado está à venda por R$ 2,5 milhões. Segundo as informações disponibilizadas pela imobiliária, são 450 m² de área privativa e 615 m² de área total do terreno, com quatro suítes “sendo uma máster com varada + closets”, cozinha, sala para quatro ambientes, área de serviço independente, escritório com banheiro, garagem para seis carros e área de lazer com churrasqueira e piscina.

“Decorada com bom gosto e ótima Qualidade. Aconchegante, linda e ideal para viver uma família feliz”, acrescenta o anúncio.

Por R$ 1,8 milhão, segundo a corretora responsável, é possível negociar o imóvel sem a mobília. A corretora não quis informar, por telefone, quem teria feito o anúncio e seria o responsável pela venda.

O imóvel teria sido vendido pelo governador Perillo por pelo menos R$ 1,4 milhão, em julho do ano passado. A Polícia Federal tem dúvidas se o comprador é o empresário Walter Paulo Santiago –que o teria emprestado à mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça –ou o próprio contraventor.

A venda do imóvel levantou suspeitas de que Perillo teria ligação com Carlinhos Cachoeira, preso em fevereiro deste ano sob a acusação de comandar uma rede de corrupção que incluía exploração de jogos ilegais, pagamentos a policiais e trocas de favores com políticos e empresários.

Mais Política