Processo de impeachment

Indecisos do PSD vão votar pelo impeachment, diz senador do partido

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

  • Waldemir Barreto - 24.fev.2015/Agência Senado

    Senador Omar Aziz (PSD-AM) em pronunciamento no Senado

    Senador Omar Aziz (PSD-AM) em pronunciamento no Senado

O senador José Medeiros (PSD-MT) afirmou nesta quinta-feira (4), em reunião da comissão do impeachment, que os senadores de seu partido Otto Alencar (BA) e Omar Aziz (AM), que até então não haviam divulgado publicamente sua posição, irão votar favoravelmente ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Nesse momento, em nome dos colegas senadores, Omar Aziz, Sérgio Petecão e Otto Alencar, informo a todos que o PSD votará com o competente relatório do senador Antonio Anastasia", disse Medeiros.

Na primeira etapa do impeachment no Senado, Aziz votou favoravelmente à abertura do processo e Otto foi contrário.

Petecão (PSD-AC) já era contado como voto favorável ao impeachment.

Procurado pela reportagem do UOL, o senador Otto Alencar não confirmou qual será seu voto. "O Medeiros é um ótimo senador do Mato Grosso", foi o único comentário de Alencar.

A reportagem procurou Omar Aziz, por meio de seu gabinete, mas não conseguiu entrar em contato com o senador.

A comissão do Senado vota nesta quinta-feira o parecer do relator Antonio Anastasia (PSDB-MG) pela procedência da acusação e o prosseguimento do processo contra a presidente afastada, Dilma Rousseff.

Agora, as conclusões do parecer também precisam ser confirmadas em votação no plenário do Senado, onde é preciso o voto da maioria dos 81 senadores (desde que haja ao menos 41 presentes).

Essa fase do processo é conhecida como "juízo de pronúncia" e equivale ao reconhecimento de que há provas suficientes para autorizar o julgamento da presidente por crime de responsabilidade.

Apenas se o Senado aprovar o parecer da comissão é que o julgamento de fato será realizado, numa próxima etapa, em sessões no plenário com a participação de todos os senadores e comandadas pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

A previsão é que essa última fase do processo comece entre os dias 25 e 29 de agosto. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos