Topo

Faustão diz não ver novidade em conversa relatada por Moro a Dallagnol

Do UOL, em São Paulo

05/07/2019 16h53Atualizada em 05/07/2019 18h15

Citado nos novos diálogos revelados pela revista Veja e o site The Intercept Brasil hoje, o apresentador Fausto Silva, da TV Globo, disse que não há novidade na conversa divulgada e que são coisas que ele fala em seu programa toda semana.

Também afirmou, segundo nota lida nesta tarde pela jornalista Maria Beltrão no programa "Estúdio i", da GloboNews, acreditar que o combate à corrupção, dentro da lei, é essencial.

"Não tem novidade nessa conversa. São coisas que eu falo no meu programa toda semana há mais de 30 anos. Eu defendo a educação e a comunicação clara e direta e, como todo brasileiro, acho que o combate à corrupção, dentro da lei, é essencial nesse país e deve ser feito 24 horas por dia", diz o apresentador em nota.

Os diálogos publicados pela revista Veja, em parceria com o Intercept, mostram que Sergio Moro, ex-juiz e atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro, relatou ao coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, um encontro com Faustão.

O apresentador parabenizou Moro pelo trabalho da Lava Jato e deu conselhos para que os procuradores falassem de forma mais simples, para que toda a população entendesse, segundo a mensagem obtida pelo Intercept.

"Ele disse que vcs nas entrevistas ou nas coletivas precisam usar uma linguagem mais simples. Para todo mundo entender. Para o povão. Disse que transmitiria o recado. Conselho de quem está a [sic] 28/anos na TV. Pensem nisso", escreveu Moro ao procurador em 7 de maio de 2016, conforme a mensagem revelada hoje na Veja.

Segundo a revista, o apresentador confirmou o encontro e o teor da conversa com o então juiz.

Mais Política