PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
8 meses

Marcos Pontes será voluntário de testes de medicamento contra covid-19

Do UOL, em São Paulo

31/07/2020 11h21

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse hoje que será voluntário dos testes brasileiros da nitazoxanida no combate à covid-19. Assim como a cloroquina e a ivermectina, o medicamento é um dos que são apontados como tendo possível eficácia no combate à doença causada pelo novo coronavírus.

Pontes anunciou ontem que teve um diagnóstico positivo para a covid-19, mesmo dia em que a primeira-dama Michelle Bolsonaro também teve um teste positivo para a doença. Ele se tornou o quinto ministro do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a ser contaminado pelo coronavírus.

"Bom dia! Serei um dos voluntários dos testes da nitazoxanida em combate à covid-19!", publicou hoje o ministro no Facebook.

Antes de Pontes, em março, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o titular do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, tiveram diagnósticos positivos e se recuperaram da doença.

Mais recentemente, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o titular do MEC (Ministério da Educação), Milton Ribeiro, também confirmaram o contágio pelo coronavírus, sendo que o último chegou a ficar internado por dois dias e teve alta na última segunda-feira (27).

Já o presidente confirmou que tinha sido contaminado pelo coronavírus no último dia 7. No sábado (25), Bolsonaro anunciou que estava curado da covid-19 e um novo teste havia dado negativo. Ontem, ele fez sua primeira viagem após o período de isolamento social.

Dificuldade para reunir voluntários

O governo vem encontrando dificuldades desde maio para reunir um número mínimo de voluntários em testes da nitazoxanida contra a covid-19. Há cerca de dois meses, Pontes já havia reclamado que a sua pasta não havia conseguido os 500 pacientes exigidos para a amostragem.

"Estamos no meio dos testes com a nitazoxanida e precisamos completar os 500 pacientes. Há 17 hospitais participando do estudo e se tivéssemos esse número hoje, em 15 dias anunciaríamos o resultado", afirmou o ministro no dia 26 de maio.

No início de julho, a pasta chegou a lançar uma campanha, a ação #500VoluntáriosJÁ, e percorreu uma rota de quatro municípios paulistas para tentar agregar voluntários à iniciativa. A iniciativa passou pelas cidades de Guarulhos, Barueri, Sorocaba e Bauru.

Política