PUBLICIDADE
Topo

Política

Esse conteúdo é antigo

Eduardo Bolsonaro critica general Santos Cruz e diz que ele parece petista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticou o general Santos Cruz, ex-integrante do governo Jair Bolsonaro - Saulo Ângelo/Futura Press/Estadão Conteúdo
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticou o general Santos Cruz, ex-integrante do governo Jair Bolsonaro Imagem: Saulo Ângelo/Futura Press/Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL

24/05/2021 18h10Atualizada em 24/05/2021 20h35

Em suas redes sociais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) atacou o ex-ministro da Secretaria de Governo na gestão de Jair Bolsonaro, general Santos Cruz. Segundo o "filho 03" do presidente, o general teria "características que mais parecem de um petista".

"Esse daí nem parece que é militar. Nunca vi um general com características que mais parecem de um petista", postou o deputado, compartilhando uma notícia em que Santos Cruz é citado.

O motivo do descontentamento de Eduardo Bolsonaro foi uma postagem recente feita pelo general, que virou crítico do governo Bolsonaro após deixá-lo.

"De soldado a general tem que ser as mesmas normas e valores. O presidente e um militar da ativa mergulharem o Exército na política é irresponsável e perigoso. Desrespeitam a instituição. Um mau exemplo, que não pode ser seguido. Péssimo para o Brasil", escreveu Santos Cruz mais cedo, em referência ao fato de o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, ter participado ontem de um ato político promovido pelo presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro.

A participação de militares na ativa (Pazuello é general-de-divisão) em atos políticos é proibida pelo item 57 do Anexo I do decreto 4.346/02, que classifica a prática como uma transgressão. Pazuello pode ser convocado novamente a depor na CPI da Covid-19 no Senado Federal nos próximos dias.

Política