PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
7 meses

Lula sobre Bolsonaro tirar máscara de criança: 'Crime para propor cassação'

Lula usou as redes sociais para repudiar o gesto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em evento no Rio Grande do Norte - Ricardo Stuckert
Lula usou as redes sociais para repudiar o gesto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em evento no Rio Grande do Norte Imagem: Ricardo Stuckert

Do UOL, em São Paulo

25/06/2021 14h24Atualizada em 25/06/2021 19h33

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repudiou o ato de tirar a máscara de uma criança, no Rio Grande do Norte, executado pelo atual gestor federal Jair Bolsonaro (sem partido). Para Lula, a atitude deveria mobilizar a CPI da Covid a propor a cassação do mandato. O petista ainda chamou o atual presidente de "genocida" pela atitude.

Vi a imagem do presidente da República arrancando a máscara de uma criança de colo... Bolsonaro não tem respeito pela vida. Se a CPI precisava de um crime dele pra propor a cassação está feito. É um genocida
Lula

As declarações do petista surgem no mesmo dia em que uma pesquisa realizada pela Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), ex-Ibope, em que ele aparece com 49% das intenções de votos totais.

Se considerados os votos válidos, o petista teria 56% das intenções e venceria já no primeiro turno. Já o atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), ficaria em segundo lugar, com 23% dos votos totais e 26% dos válidos.

Bolsonaro tira máscara de crianças

Durante a agenda cumprida ontem no Rio Grande do Norte, Bolsonaro pegou um garoto no colo, por cima da grade de proteção instalada pela segurança, e abaixou o equipamento de proteção que estava cobrindo o nariz e a boca, colocando-a no queixo.

O vídeo foi divulgado nas redes sociais por apoiadores do presidente. Bolsonaro também estava sem máscara — equipamento que reduz as chances de contaminação por covid-19.

No início do dia de ontem, ao começar a recitar um poema próprio, uma menina de 10 anos, que subiu ao palco, foi aconselhada pelo presidente a retirar a máscara, o que foi cumprido.

O uso de máscara é uma medida sanitária recomendada pelas autoridades de saúde contra a pandemia. No Rio Grande do Norte, o equipamento de proteção individual é obrigatório, conforme estabelecido em decreto estadual.

Política