PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Deputada denuncia senador que debochou de mulher agredida por policial

O senador Styvenson Valentim tentou defender a conduta de um policial que agrediu uma mulher no RN - Diego Bressani/UOL
O senador Styvenson Valentim tentou defender a conduta de um policial que agrediu uma mulher no RN Imagem: Diego Bressani/UOL

Do UOL, em São Paulo*

27/07/2021 08h29Atualizada em 27/07/2021 08h44

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) protocolou ontem uma denúncia no Conselho de Ética do Senado contra o senador Capitão Styvenson Valentim (Podemos-RN) após o parlamentar debochar de uma mulher vítima de violência policial no Rio Grande do Norte.

Ao participar de uma live nas redes sociais no último sábado (24), o senador tentou defender a conduta do policial que agrediu a mulher e disse não saber o que aconteceu para ela "merecer dois tapas".

Na denúncia, a deputada afirma que o senador descumpriu o Código de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal. A parlamentar disse ainda que a conduta é grave e endossa o crime de violência contra a mulher.

"Diante de um absurdo como esse, alguma medida precisava ser tomada. Esse tipo de atitude não pode ficar impune. As afirmações feitas por ele são inaceitáveis. É um verdadeiro ataque às mulheres e legitima a violência doméstica, que ameaça a integridade e a vida de milhares de brasileiras. Nenhuma mulher merece ser agredida, e qualquer manifestação que diga o contrário deve ser enfrentada, ainda mais vinda de um parlamentar", declarou Bonavides.

Senador ironizou ferimentos de Joice Hasselmann

Em outro vídeo que circula na internet, o senador comenta, em tom de zombaria, as supostas agressões sofridas pela deputada federal Joice Hasselmann (sem partido).

A deputada relatou ter acordado em seu apartamento com fraturas no rosto e hematomas no corpo. Ela afirma não se lembrar do ocorrido e disse desconfiar de ter sofrido um atentado.

Styvenson fez menção a uma traição conjugal ou uso de drogas como possíveis causas dos ferimentos da deputada.

Ontem, após prestar depoimento sobre o caso em uma delegacia de Brasília, Hasselmann disse que registrou um Boletim de Ocorrência contra o senador por causa de suas declarações.

Bancada feminina reage a declarações

A Bancada Feminina do Senado reagiu às declarações do senador Styvenson. Em nota, o grupo afirmou que "nada pode justificar a validação de atos e condutas inadmissíveis que revelam a violência estrutural, cultural e histórica da nossa sociedade".

O texto diz ainda que "as palavras têm um peso ainda maior por envolver a manifestação de um colega de Senado".

Senador pede desculpas

Depois da repercussão negativa de suas falas, O senador publicou um vídeo em sua página pessoal no Instagram dizendo que talvez tenha usado palavras de "forma equivocada".

Na noite de ontem, Valentim divulgou nota em que pede desculpas e afirma que sua "intenção não era, de forma alguma, ofender essa mulher ou qualquer outra cidadã". Ele ainda destaca que apoia as causas femininas e é autor de projetos em favor das mulheres.

"Nenhuma mulher merece qualquer tipo de violência. Merece, sim, respeito", escreveu o senador em nota dirigida "à bancada feminina no Senado e a todas as mulheres".

(*Com informações da Agência Senado)

Política