PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Roberto Jefferson é condenado a indenizar Alexandre de Moraes em R$ 50 mil

Ex-deputado Roberto Jefferson já havia sido condenado a pagar R$ 10 mil; TJ-SP aumentou o valor da indenização - Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo
Ex-deputado Roberto Jefferson já havia sido condenado a pagar R$ 10 mil; TJ-SP aumentou o valor da indenização Imagem: Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

01/09/2021 17h45

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou um recurso de Roberto Jefferson e condenou o ex-deputado a indenizar o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes em R$ 50 mil, após associar o magistrado ao PCC (Primeiro Comando da Capital).

Jefferson já havia sido condenado na mesma ação. Após a defesa dele entrar com um recurso, os desembargadores Francisco Loureiro, Claudio Godoy e o relator do caso, Rui Cascaldi, concluíram que o pagamento deveria ser elevado para R$ 50 mil devido ao alcance das declarações.

O presidente nacional do PTB disse em entrevista à Jovem Pan e à CNN Brasil que Moraes teria ligação com a facção criminosa, o que os juízes concluíram ser uma ofensa à honra.

Ao se defender, Jefferson disse que as falas foram baseadas em informações que encontrou na internet. "O que se revela por demais leviano de sua parte, pois a Internet é uma terra de ninguém, não se podendo concluir que os fatos que ali se plantam sejam verdadeiros", considerou o relator Cascaldi.

A decisão foi assinada ontem, mesma data em que Moraes negou um recurso da defesa de Jefferson para converter a prisão preventiva dele em prisão domiciliar.

O ex-deputado está preso desde o dia 13 de agosto em Bangu 8, na zona oeste do Rio, por determinação de Moraes. Ele é suspeito de integrar uma milícia digital que atua contra a democracia.

Política