PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Aliado de Bolsonaro, irmão de Gagliasso quer ser deputado no Rio

Thiago Gagliasso posa ao lado do presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/Instagram/thigagliasso
Thiago Gagliasso posa ao lado do presidente Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Instagram/thigagliasso

Do UOL, em São Paulo

27/09/2021 21h45

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ator Thiago Gagliasso, irmão de Bruno Gagliasso, demonstrou desejo de se candidatar a deputado nas eleições do ano que vem. A declaração foi feita nas redes sociais, depois de repercutir a notícia sobre apoio de Marina Silva (Rede) a Marcelo Freixo (PSB), pré-candidato a governo do Rio.

"Ler isso me motiva ainda mais a meter a cara para representar para representar a cidade que eu amo como deputado. Não existe espaço vazio na política. Se não for eu, vai ser outro", escreveu Gagliasso.

O ator prometeu ainda a seus seguidores se "preparar, estudar e entender cada vez mais o que o Rio de Janeiro precisa, no atual momento", mas errou ao associar Freixo ao PSOL —ele deixou o partido após 16 anos e se filiou ao PSB, em junho.

Thiago Gagliasso e o irmão, Bruno Gagliasso, deixaram de se falar em 2018 após uma briga provocada por divergências políticas em meio às eleições presidenciais. Thiago já manifestou seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro diversas vezes, enquanto Bruno é crítico do governo.

"É cada um no seu canto", definiu Thiago, em entrevista ao jornal "Extra". "A polarização prejudicou muito todo mundo, e me sinto vítima. Eu e Bruno não somos mais amigos, mas nos respeitamos. Cada um no seu canto, não tenho problema com o meu irmão", acrescentou o ator, que participou recentemente de manifestações pró-Bolsonaro.

"Não teve briga política só lá em casa. É porque a minha família é pública, mas teve muita gente que parou de falar com parente por causa de eleição (...) Nunca chegamos a brigar pessoalmente. Eles não respeitaram minha opinião política e vieram me bater. Eu, erradamente, postei. A gente faz besteira de cabeça quente. Estamos aqui para aprender e evoluir, está faltando o lado de lá evoluir também", cutucou ainda.

Política