PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Lula diz que pensou em desistir da política, mas Fidel Castro o incentivou

Ex-presidente Lula dá entrevista ao podcast Podpah - Reprodução/YouTube
Ex-presidente Lula dá entrevista ao podcast Podpah Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

02/12/2021 19h53Atualizada em 02/12/2021 20h49

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que pensou em desistir da política após perder a eleição para o governo de São Paulo em 1982 —a primeira em que se lançou candidato—, mas que foi incentivado pelo líder cubano Fidel Castro a continuar no ramo.

Em entrevista ao podcast Podpah, Lula disse que ficou confiante que ganharia a eleição após fazer comícios lotados durante a campanha de 1982. "Pensei que ia ganhar as eleições, mas fiquei em 4º lugar. Perdi até do Jânio [Quadros, que também era candidato]. Foi uma frustração, até pensei em parar", contou.

"Aí, quando foi 1985, fui para Cuba e conheci o Fidel. Gente boa. Começamos a conversar sobre política, e eu falei que estava pensando em parar, que só tive 10% dos votos. Ele falou, 'quanto é 10%?', e eu falei que era um milhão de votos. Ele falou, 'Lula, não existe na história da humanidade nenhum metalúrgico que já teve 1,1 milhão de votos. O Fidel falou, então... foi muito bom, isso me deu coragem".

Naquele ano, Franco Montoro, do então PMDB, foi eleito para governar o estado. Em 1986, Lula se candidatou à Câmara dos Deputados e se elegeu com a maior votação daquele ano, com 651 763 votos.

Política