Conteúdo publicado há 3 meses

Bolsonaro alerta contra golpe que pede dinheiro para ato em SP: 'Não doem'

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) fez alerta sobre golpes que pedem doações para o ato convocado para o dia 25 de fevereiro na Avenida Paulista.

O que aconteceu

Bolsonaro disse que "pessoas mal-intencionadas" tentam se aproveitar da manifestação. "Todo evento será custeado com recursos próprios do pastor Silas Malafaia", disse o ex-presidente.

Malafaia diz que o ato "vai além" de Bolsonaro. "Manifestações pacíficas são livres na nossa nação e é isso que nós vamos fazer lá. Vamos fazer uma grande manifestação em favor da liberdade de todo o povo brasileiro", afirmou o pastor.

Ato foi convocado após a PF mirar Bolsonaro

O ato pró-Bolsonaro será realizado após o ex-presidente se tornar alvo de uma operação da PF que investiga a participação do ex-mandatário na articulação de um golpe de Estado. Na ação, realizada no último dia 8, após autorização do ministro Alexandre de Moraes, o ex-presidente teve o passaporte apreendido.

Operação se embasou em reunião ministerial teor golpista e uma troca de mensagens entre aliados do ex-presidente. A investigação da corporação sugere que ele teria redigido uma minuta que decretaria um estado de sítio após as eleições de 2022.

O ato é o primeiro convocado pessoalmente por Bolsonaro desde o 8 de janeiro de 2023, quando seus apoiadores depredaram as sedes dos Três Poderes na capital federal. Em outubro do ano passado, em uma marcha contra o aborto em Belo Horizonte (MG), Bolsonaro afirmou que o evento teve baixa adesão por causa dos inquéritos que investigam os participantes dos ataques aos prédios públicos.

* Com informações da Agência Estado

Deixe seu comentário

Só para assinantes