Conteúdo publicado há 1 mês

Aziz: Nazista visitar Bolsonaro não gerou mesma histeria da fala de Lula

A visita de uma deputada nazista ao então presidente Jair Bolsonaro não causou a mesma repercussão da fala de Lula que comparou o Holocausto os ataques israelenses à Faixa de Gaza, afirmou o senador Omar Aziz (PSD-AM) em entrevista ao UOL News nesta quinta (22).

Não deram essa conotação quando o ex-presidente Bolsonaro recebeu uma deputada nazista. Não havia essa histeria.

É fácil embarcar em uma onda criada por algumas pessoas no país. Isso já aconteceu, de forma mais evidente, de quem apoia o nazismo no país quando o ex-presidente recebeu uma deputada nazista e tirou fotos, sorrindo. Há uma entrevista dele dizendo que 'até podemos perdoar o Holocausto'. Omar Aziz, senador (PSD-AM)

Filho de um imigrante palestino, Aziz saiu em defesa de Lula e disse ser necessário "tipificar o que está acontecendo" na Faixa de Gaza.

Lula esteve no Oriente Médio e conversou com muitas lideranças, com relatos das atrocidades que estão acontecendo, e depois deu uma entrevista. É lógico que tem que tipificar o que está acontecendo.

Lula é uma pessoa respeitada no mundo inteiro. Não é qualquer um. Em momento algum ele fez qualquer referência ao povo judeu. Lula não tem maldade no coração e é uma pessoa que pensa o bem. Omar Aziz, senador (PSD-AM)

O que aconteceu

Em 2021, Bolsonaro se encontrou com a deputada alemã Beatrix von Storch. Ela é vice-presidente do partido de extrema-direita AfD (Alternativa para a Alemanha, na sigla em português) e neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, ministro das Finanças de Hitler por mais de 12 anos.

Beatrix agradeceu a Bolsonaro pela "amistosa recepção". A parlamentar também se encontrou com Eduardo Bolsonaro e com a deputada federal Bia Kicis.

Continua após a publicidade

Aziz: Lula não deve pedir desculpa a um governo sionista de jeito nenhum

O senador avalia que Lula não deve se desculpar "de jeito nenhum a um governo sionista" por comparar os ataques de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto. Aziz disse, porém, que o presidente deveria fazer um pedido de desculpas aos judeus "no momento certo".

Lula não deve pedir desculpas, de jeito nenhum, para um governo sionista. [Deve pedir desculpa aos judeus] No momento adequado, mas não na exigência e na arrogância. Um presidente não pode fazer isso sob pressão. No momento certo [deve se desculpar] Omar Aziz, senador (PSD-AM)

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Continua após a publicidade

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Deixe seu comentário

Só para assinantes