PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Você sabe o que é asma e como controlá-la?

A asma, também conhecida como bronquite asmática, é uma doença crônica que atinge cerca de 150 milhões de pessoas no mundo e caracteriza-se pela inflamação das vias respiratórias. Responda as perguntas e descubra se você realmente entende a doença

  1. 112

    A asma tem cura

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      A asma não tem cura, mas tem controle como qualquer outra doença crônica. Um paciente asmático sempre será asmático. Porém, é possível ficar sem crises desde que a doença esteja controlada. Evitar o contato com os agentes desencadeadores das crises, acompanhamento periódico de um especialista e o tratamento medicamentoso adequado são fundamentais para garantir uma boa qualidade de vida dos pacientes

    3. Depende
  2. 212

    Ter crises durante o ano, principalmente no inverno, é normal

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      Uma pessoa com a asma controlada consegue passar longos períodos sem crise. O tratamento crônico adequado da doença (e não somente o tratamento das crises) e o acompanhamento de um pneumologista ou alergista são imprescindíveis para que o paciente tenha melhor qualidade de vida, longe das crises. Principalmente nas épocas com mudanças de temperatura, como o outono e inverno.

    3. Depende
  3. 312

    Tratar a asma é difícil

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      O tratamento é relativamente fácil, mas exige alguns cuidados. Atualmente existem vários tratamentos disponíveis para cada grau da doença, mas a boa adesão ao tratamento é fundamental. É preciso conhecer a doença e mudar alguns hábitos, como evitar contato com alérgenos (ácaro, pelos de animais, poeira...); usar corretamente o dispositivo inalatório e a medicação de manutenção; participar do tratamento sabendo reconhecer quando a asma está saindo do controle (quando usar a medicação de resgate, ir ao pronto socorro, etc.). Hoje, o Ministério da Saúde já oferece gratuitamente medicamentos básicos para o tratamento da doença, e em alguns estados já são disponibilizados pela rede pública de saúde tratamentos mais inovadores para os casos mais graves da doença.

    3. Depende
  4. 412

    A asma pode ser diagnosticada em qualquer idade?

    1. Verdadeiro

      Verdadeiro

      Apesar de ser mais comum o diagnóstico na infância, quando tem um aspecto mais alérgico, há pacientes que descobrem a doença apenas na fase adulta. De uma forma ou de outra, ter o acompanhamento do especialista é item obrigatório para estar com a saúde em dia.

    2. Falso
    3. Depende
  5. 512

    Fumar pode causar asma?

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      O tabagismo e a exposição a fumaça de cigarro pode ocasionar crises de asma. O hábito de fumar é a principal causa de outra doença pulmonar igualmente preocupante: a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Quando não tratada de maneira adequada, ela pode progredir e causar um alto impacto na vida dos pacientes impossibilitando-os de fazer atividades simples como subir escadas, pentear os cabelos ou até mesmo escovar os dentes.

    3. Depende
  6. 612

    Ser internado algumas vezes por ano pode ser considerado normal para um paciente asmático.

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      Internações são um sinal de alerta, significa que a asma está fora de controle e pode trazer riscos e complicações. Um paciente sob controle com o acompanhamento médico periódico e o tratamento adequado pode ter uma vida normal, longe de internações e crises da doença.

    3. Depende
  7. 712

    Utilizar a bombinha várias vezes ao dia é normal.

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      Conhecidas como o medicamento de resgate, as bombinhas com broncodilatadores são utilizados apenas para os momentos de crise, aliviando momentaneamente os sintomas. Para o controle da doença, é preciso o acompanhamento de um médico e medicamentos chamados de manutenção que reduzam a inflamação dos brônquios (corticoides inalados). O uso contínuo de bombinha com broncodilatador (mais que 6 vezes ao dia) é um sinal de que a asma não está controlada.

    3. Depende
  8. 812

    Bombinhas fazem mal ao coração.

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      As bombinhas com broncodilatador de curta duração devem ser usadas apenas no momento de crises e associadas ao tratamento de manutenção orientado. As medicações broncodilatadoras podem fazer com que os batimentos cardíacos acelerem, mas isso é uma reação esperada que melhora posteriormente, mas pode depender da dose, do uso excessivo sem prescrição médica e sem controle correto da doença. Para os pacientes que já possuem problemas cardíacos, o médico deve ser consultado para devidas avaliações e orientações, evitando uma eventual descompensação de um problema cardíaco. Por mais esse motivo, nenhuma medicação deve ser utilizada sem orientação do médico.

    3. Depende
  9. 912

    Fazer natação pode curar a asma

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      A natação é uma grande aliada ao tratamento da asma. Aliás, não só ela. Qualquer atividade física, associada ao tratamento medicamentoso adequado, tem um grande benefício para auxiliar a melhora da capacidade pulmonar e ganho de qualidade de vida. Atletas como Gustavo Borges, Marta, Sandra Soldan, Nicholas dos Santos e Gisele Marculino conseguiram controlar a doença e conquistar alto desempenho em suas modalidades. Alguns pacientes, porém, podem apresentar sintomas de asma com a atividade física. Existem exames que podem avaliar especificamente essa situação e medicações que podem ser utilizadas para evita-la. O acompanhamento com um especialista pode orientar o paciente sobre a melhor forma de conduzir o tratamento.

    3. Depende
  10. 1012

    Mulheres asmáticas devem continuar o tratamento durante a gravidez

    1. Verdadeiro

      Verdadeiro

      Durante toda a gravidez, o bebê precisa de oxigênio para o seu desenvolvimento adequado. Se a mulher interromper o tratamento, a asma pode descompensar e trazer sérios problemas para a mãe e para o bebê. Assim como em todos os tratamentos, é preciso ter um acompanhamento médico com um pneumologista ou alergista para garantir uma gestação sem complicações. Já há medicações liberadas para tratamento da asma durante toda a gestação.

    2. Falso
    3. Depende
  11. 1112

    Existem várias classificações de asma

    1. Verdadeiro

      Verdadeiro

      A asma é uma doença cujos sinais e sintomas se manifestam de forma variável. E por isso é classificada pela gravidade e controle da doença, com diferentes tipos de tratamento. Há pacientes com asma leve a moderada, que conseguem controlar com tratamento com corticoides inalados e/ou broncodilatadores de longa duração. Em outros casos considerados graves, além dos medicamentos anteriores em altas doses, as vezes se faz necessário um tratamento adicional.

    2. Falso
    3. Depende
  12. 1212

    Asma e bronquite são nomes diferentes para a mesma doença?

    1. Verdadeiro
    2. Falso

      Falso

      A bronquite é a inflamação dos brônquios, canais que conduzem o ar inalado até os alvéolos pulmonares. Ela caracteriza-se pela tosse e diminuição da passagem de ar devido à produção de catarro, podendo ser aguda, causada por um vírus, ou crônica encaixando-se entre as doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC- doença causada pelo cigarro principalmente). Já a asma é uma doença inflamatória que promove o estreitamento das vias aéreas, com a presença de tosse irritativa, chiado e falta de ar. Pode ou não estar a associada a produção de catarro, mesmo durante as crises

    3. Depende
  • Baixo conhecimento

    Aproveite para ler um pouco mais e conhecer melhor a doença e como ela impacta no dia a dia dos pacientes. Lembre-se sempre que aos primeiros sintomas da doença você deve consultar um especialista, que pode ser um pneumologista ou alergista.

    [[pts]] de 12 pontos

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • Bom conhecimento

    Você está quase lá! Seu conhecimento já pode ajudar um asmático a dar os primeiros passos para ter melhor qualidade de vida e segurança ao lidar com a doença. Lembre-se sempre que aos primeiros sintomas é necessário consultar um especialista, que pode ser um pneumologista ou alergista.

    [[pts]] de 12 pontos

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • Ótimo conhecimento

    Parabéns, você é um embaixador do combate à asma! Já conhece bem a doença e sabe que para se ter qualidade de vida e conviver com doença é necessário o uso correto das medicações e fazer acompanhamento periódico com especialista, seja pneumologista ou alergista. Ajude seus amigos e parentes a entenderem melhor a doença

    [[pts]] de 12 pontos

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • [[pts]] de 12 pontos

    Gostou do resultado? Compartilhe!

Saúde