PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

São Paulo volta a ter queda em casos, internações e mortes por covid-19

"Isso é sinal de que a doença está regredindo, de maneira sólida, no estado de São Paulo", disse João Doria (PSDB) - Rogério Galasse/Futura Press/Estadão Conteúdo
"Isso é sinal de que a doença está regredindo, de maneira sólida, no estado de São Paulo", disse João Doria (PSDB) Imagem: Rogério Galasse/Futura Press/Estadão Conteúdo

28/09/2020 14h41

Após uma semana de alta, o estado de São Paulo voltou a apresentar, na semana passada, queda no número de óbitos e de novos casos devido ao novo coronavírus, mantendo queda no número de novas internações, o que vem ocorrendo já há dez semanas.

Na semana passada, a 39ª semana epidemiológica da doença, que compreende o período entre os dias 20 e 26 de setembro, SP registrou 1.136 mortes provocadas pelo novo coronavírus, o que dá uma média móvel de 162 mortes por dia, próximo ao que o estado registrava em meados de maio.

Na semana anterior, a 38ª Semana epidemiológica, o estado havia registrado 1.360 mortes, obtendo uma média móvel de 194 óbitos por dia, o que interrompeu as cinco semanas consecutivas de queda no indicador.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), esse é um indicador importante porque demonstra a tendência da pandemia.

"Isso é sinal de que a doença está regredindo, de maneira sólida, no estado de São Paulo", falou ele, em entrevista coletiva concedida hoje no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Apesar disso, o estado vem apresentando média móvel abaixo de 200 mortes por dia nas últimas quatro semanas. A maior média móvel ocorreu na 29ª Semana Epidemiológica, entre os dias 12 e 18 de julho, quando o estado somou 278 mortes por dia.

Quanto aos casos, o estado registrou, na semana passada, 39.215 novos casos da covid-19, obtendo uma média móvel diária de 5.602 casos por dia, próximo a números que vinha registrando no início de junho.

Na semana retrasada, o estado contabilizou 40.983 novos casos da doença, obtendo uma média móvel de 5.855 casos por dia.

A maior média de casos registrada no estado ocorreu na 33ª semana epidemiológica, entre os dias 9 e 15 de agosto, quando o estado somou 10.828 casos por dia, praticamente o dobro do que foi registrado na semana passada.

Já em relação às internações, o estado mantém, há dez semanas consecutivas, queda na média móvel de novas internações.

Na semana passada, a queda foi de 11% em relação à semana anterior, com uma média móvel de 1.125 internações por dia.

Coronavírus